Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Latrocínio

Idoso é encontrado morto com faca cravada no pescoço e caseiro é principal suspeito

Vítima foi encontrada pela empregada; caso é investigado

29 AGO 17 - 08h:24BRUNA AQUINO

Armando Felix de Sa, de 85 anos, foi morto com vários golpes de faca de serra, ontem (28), no sítio onde morava, no assentamento Teijin, em Nova Andradina. Suspeito conseguiu roubar alguns pertences da vítima e depois fugiu.

Segundo infomações do boletim de ocorrência, a empregada doméstica de Armando informou à polícia, que chegou na residência por volta das 14h de ontem, para trabalhar, mas a porta estava trancada. Quando conseguiu abrir, se deparou com a vítima caída no chão da cozinha com uma faca cravada no pescoço.

Conforme a testemunha, dias atrás o idoso teria comentado com ela que o caseiro do sítio ao lado, teria pedido comida e dinheiro.

De acordo com a polícia, havia um pão caseiro em cima do sofá, uma faca de serra suja de sangue no chão da sala e alguns pertences da vítima estavam revirados, além da carteira aberta em cima da mesa. Conforme a testemunha, além dos objetos fora do lugar, a rede que a vítima usava para descansar depois do almoço não estava na casa.

A polícia esteve no sítio preservando o local e a perícia realizou os procedimentos de praxe. Suspeito não foi encontrado e caso foi registrado na Primeira Delegacia de Polícia de Nova Andradina, onde será investigado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

De janeiro a maio, Santa Casa <br>registrou 17 doações de órgãos
NESTE ANO

De janeiro a maio, Santa Casa registrou 17 doações de órgãos

Carros colidem, capotam e cinco pessoas ficam feridas em rodovia
MS-134

Carros colidem, capotam e cinco pessoas ficam feridas

Estudante de medicina abandona amigo ferido após carro capotar
PONTA PORÃ

Estudante abandona amigo ferido após carro capotar

Após cinco assassinatos em 7 dias, indígenas querem PM em Reserva
VIOLÊNCIA

Com 5 assassinatos em 7 dias, índios querem PM em Reserva

Mais Lidas