Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

Mato Grosso do Sul

Identificados dois mortos
carbonizados em acidente aéreo

Um deles era empresário, engenheiro e foi candidato a prefeito em 2016

28 MAI 2017Por VÂNYA SANTOS18h:15

O empresário, engenheiro e ex-candidato a prefeito de Araçatuba (SP), Luís Fernando de Arruda Ramos, de 47 anos, é uma das vítimas do acidente aéreo que ocorreu no final da manhã deste domingo, em propriedade rural na cidade de Coxim. Outra vítima foi confirmada como sendo o piloto Fábio Pinho.

De acordo com o site Edição de Notícias, durante as eleições de 2016 ele usou o nome de Luís Fernando da Lomy, em referência a empresa de engenharia da qual é proprietário. À época, ele participou da disputa pelo PTB e obteve 38,69% dos votos, ficando em segundo lugar, já que o prefeito eleito, Dilador Borges Damasceno, teve 59,58% dos votos válidos.

Luís Fernando é dono da Lomy Engenharia, considerada uma das principais empresas do segmento de construção civil de Araçatuba e região. Ainda conforme o Edição de Notícias, a vítima comandava também outros empreendimentos, tais como o Hotel Plaza Araçatuba. Ele tinha esposa e era pai de um casal.

Já o piloto Fábio Pinho, conhecido como comandante Fabinho, também era casado e deixou filhos.

As vítimas estavam em aeronave modelo Piper Seneca V de prefixo PT-WPD. Avião teria decolado da fazenda de Luís, que fica em Porto Esperidião, no interior do Mato Grosso.

Testemunha relatou que ouviu barulho estranho quando avião ainda estava no ar. Em seguida, percebeu que a aeronave perdeu altitude, colidiu em árvores e foi tomada pelas chamas. Vítimas morreram carbonizadas, o que dificultou a identificação.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) autorizou a remoção dos corpos e enviou equipe para apurar as causas do acidente aéreo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também