Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FILHO CONDUZIA

Identificada passageira de moto que foi arrastada por carreta

Motorista da carreta, bastante abalado foi encaminhado até a Delegacia de Policia Civil para prestar esclarecimentos
04/09/2015 12:53 - Danielle Valentim


 

A Polícia Civil de Bataguassu, município a 335 quilômetros da Capital, identificou a passageira da motocicleta, que morreu depois de ser arrastada por uma carreta, como Aparecida Lopes Bezerra, 60 anos. O acidente aconteceu por volta das 9 horas, no Bairro Jardim São João.

De acordo com informações apuradas pelo site Da Hora Bataguassu, o motociclista que seguia em uma Honda/Biz, pela Avenida Frei Galvão tentou realizar uma ultrapassagem pela direita a um cavalo mecânico Mercedez Bens, que seguia atrelada a uma carreta carregada com milho.

No momento em que motociclista foi realizar a ultrapassagem o motorista da carreta realizou uma conversão em direção a Rua São Cristovão, momento em que o motociclista e passageiro colidiram no meio da carreta parando em baixo do veículo.

Com o acidente o piloto teve uma suspeita de fratura em um dos braços sendo socorrido pela guarnição do corpo de Bombeiros, já a passageira que seria sua mãe, caiu em baixo das rodas traseira do cavalo mecânico, que passaram por cima de sua cabeça, causando morte instantânea.

O motorista da carreta um homem de 36 anos, bastante abalado foi encaminhado até a Delegacia de Policia Civil para prestar esclarecimentos. Policiais Militares e Civis estiveram no local, fazendo a preservação do local até a chegada de peritos do núcleo de Pericia da cidade de Nova Andradina, que estiveram fazendo os levantamentos.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!