Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

3º caso em 15 dias

Homem morre carbonizado
na casa onde morava;
3º caso em 15 dias

Cunhado da vítima chamou ajuda, mas fogo se alastrou e morador morreu queimado

14 AGO 2015Por LAURA HOLSBACK06h:29

César Augusto de Freitas Diniz, 54 anos, morreu carbonizado em incêndio ocorrido na noite de ontem (13), na casa onde morava, localizada no assentamento Esperança, área rural de Anaurilândia.

Este foi o segundo caso de pessoa morta em decorrência de incêndio dentro de imóveis, em Mato Grosso do Sul, nos últimos 13 dias. Também nessa quinta-feira, uma menina gêmea, de três anos, morreu intoxicada por fumaça na casa onde morava com outra irmã e os pais, no Jardim Batistão. No dia 3, Rosângela Caetano Silva, 48 anos, morreu carbonizada, na Rua Urupês, no Jardim Noroeste. Ambos os casos ocorreram em Campo Grande.

Neste último episódio, segundo a polícia, um cunhado de César foi quem avisou policiais militares sobre o fogo. Ele contou que chegava ao local quando se deparou com as chamas e ainda buscou por ajuda nas proximidades. Disse, ainda, que houve explosões.

Na chegada dos policiais, o fogo já havia se alastrado e dentro foi localizado o corpo de César, carbonizado.

Peritos foram acionados para avaliar o local afim de descobrir a causa do incêndio.

O caso foi registrado como morte a esclarecer.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também