Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

QUEIMADA

Homem é preso e multado por provocar incêndio em área de mata

Pena para o crime pode chegar a quatro anos de reclusão

11 SET 19 - 17h:15ALÍRIA ARISTIDES

Um homem de 44 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar Ambiental enquanto colocava fogo em mata de vegetação ciliar protegida por lei. O caso aconteceu na cidade de Rio Brilhante na noite da última segunda-feira (9).

A área de preservação permanente (APP) que o homem começou a incendiar ficava às margens de um córrego na cidade. O infrator, que era morador de Rio Brilhante, foi surpreendido por policiais ambientais no meio do ato e recebeu voz de prisão ainda no local do crime. O fogo se alastrou rapidamente pela vegetação seca, mas equipes com caminhão pipa que atenderam o chamado conseguiram conter o incêndio.

O homem foi autuado em flagrante e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil da cidade. A pena prevista para o caso é de dois a quatro anos de reclusão pelo crime de provocar incêndio em mata ou  floresta. O criminoso foi encaminhado ao presídio local. Ontem (10), uma equipe de policiais ambientais se dirigiu até estabelecimento penal e autuou o incendiário com uma multa no valor de R$5 mil pelo crime cometido.  

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico
DIA DA ÁRVORE

Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico

Em período de reprodução de aves, mulher é presa por roubar periquitos
MULTA DE R$ 10 MIL

Mulher é presa por roubar periquitos em ninho

Saiba como aumentar suas chances de ganhar o prêmio da Mega-Sena
R$ 38 MILHÕES DA MEGA-SENA

Saiba como aumentar suas chances para ganhar o prêmio

Corumbá completa 241 anos <br> com show de Michel Teló
CIDADE BRANCA

Corumbá completa 241 anos
com show de Michel Teló

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião