Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DOURADOS

Homem é morto a facadas ao cumprimentar outro durante confusão em bar

Irmão acredita que a vítima tenha sido confundida com outra pessoa

6 JAN 19 - 09h:58RENAN NUCCI

Dourados, a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, registrou seu primeiro homicídio do ano. Na madrugada deste domingo, Wilismar Barbosa Garcia, de 27 anos, foi morto a facadas em bar às margens da rodovia MS-156, na aldeia indígena Jaguapiru. Informações apontam que o crime ocorreu no momento em que a vítima foi cumprimentar uma pessoa identificada apenas como “Irmão”.

Segundo o site Dourados News, o irmão de 18 anos disse que seguia com a namorada em uma moto e que Wilismar trafegava em outra com um amigo, quando pararam em um bar por conta da falta de gasolina em um dos veículos. No entanto, no momento em que eles pararam, havia uma confusão no estabelecimento.

Wilismar tentou cumprimentar o homem conhecido como “Irmão”, quando foi agredido com facadas por ele, sendo gravemente ferido na altura do peito. A vítima chegou a ser socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu. O suspeito ainda não foi localizado, mas a Polícia Civil investiga o caso. O irmão acredita que Wilismar tenha sido confundido com outra pessoa.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Caos na Bolívia trava importação de matéria-prima de fertilizantes
UREIA

Caos na Bolívia trava chegada da matéria-prima de fertilizantes

Para ajudar o próximo, Jenildo distribui adesivos que ajudam a respirar fundo
GENTILEZA GERA GENTILEZA

Para ajudar o próximo, Jenildo distribui adesivos que ajudam a respirar fundo

Prêmio nacional de turismo tem finalista de Mato Grosso do Sul
RECONHECIMENTO

Prêmio nacional de turismo tem finalista de Mato Grosso do Sul

Grupos fazem 'buzinaço' à favor de prisão em segunda instância
PROTESTOS

Grupos fazem 'buzinaço' à favor de prisão em segunda instância

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião