Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

ASSASSINATO

Grávida é morta com cinco tiros
depois de reagir a assédio

Assédio foi feito mesmo perto do marido da vítima

19 AGO 2017Por MARIANE CHIANEZI09h:11

Tatiane Dias da Silva, de 19 anos, foi morta com cinco tiros na noite de ontem (18) em Rio Brilhante. Vítima estava grávida de um mês e foi morta depois de reagir a assédio sexual. Suspeito do crime, Elias Lazaro Cavalheiro, de 42 anos, fugiu em um motocicleta e está foragido.

A jovem estava em casa bebendo com o companheiro quando bebida acabou e casal decidiu ir em um bar, em frente da residência. No local, enquanto o marido comprava mais bebida, Elias aproximou-se da mulher e começou a assediá-la, conforme o Rio Brilhante em Tempo Real.

Companheiro de Tatiane repreendeu o suspeito, mas abuso continuou e, neste momento, a mulher teria reagido com um tapa no rosto do suspeito. Homem deixou o local, afirmando que retornaria.

Quando já estava em sua casa, Tatiane foi surpreendida na varanda por Elias, que chegou atirando. Ele fez cinco disparos nas costas da mulher. Ele fugiu em seguida em uma moto, que foi encontrada abandonada próxima ao local do crime.

Polícias Civil e Militar foram acionadas e no local foram encontradas quatro cápsulas. Calibre não foi identificado. Perícia da cidade de Dourados iria até o local.

Tatiane, que estaria no primeiro mês de gestação, deixou outros dois filhos, um de quatro anos e outro de um ano e meio. Caso segue em investigação.

 
  • Foto: Olimar Gamarra
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também