Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL

Governo prevê concessões em Santos Dumont e Congonhas até 2022

24 JUN 19 - 12h:53AGÊNCIA BRASIL

O governo federal pretende conceder à iniciativa privada mais 44 aeroportos da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) até o 2022, o que inclui os aeroportos Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo. A informação foi dada hoje (24) pelo ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que participou de reunião com o Conselho Empresarial do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

O ministro afirmou que o governo testou em março o modelo de leilão de concessão em blocos com 12 aeroportos e avalia que o resultado foi bem sucedido. "O modelo deu certo, foi bem aceito, os investidores vieram e tivemos ágios bastante interessantes".

Na próxima rodada, prevista para outubro de 2020, serão leiloadas as concessões de 22 aeroportos, que serão oferecidos nos blocos Sul, Centro-Oeste e Norte 1. Na sétima rodada, prevista para o fim de 2021 ou início de 2022, serão mais 22, com o bloco Norte 2 e dois blocos do Sudeste, um encabeçado pelo Santos Dumont, e outro pelo Aeroporto de Congonhas.

"Por que esses ficaram por último? Esses dois aeroportos são muito importantes para a estabilidade financeira da Infraero. Tem dois objetivos. Primeiro, estamos convidando o investidor a conhecer o mercado brasileiro e já vir para a sexta rodada. E é como se a gente afirmasse assim: o melhor está ficando para o final", detalhou ele a jornalista depois de participar do evento.

Em seu discurso, o ministro avaliou que a concessão dos aeroportos vai impulsionar o mercado de aviação civil e afirmou que o governo planeja "mudar a vocação da Infraero". "Ela começa agora a olhar para os aeroportos regionais. Uma das nossas preocupações é fomentar a aviação regional, que vai acabar alimentando os aeroportos de grande porte que são hoje administrados pela Infraero e serão transferidos para a inciativa privada".  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ônibus escolar que saiu de MS é apreendido com maconha no PR
QUASE UMA TONELADA

Ônibus escolar que saiu de MS é apreendido com maconha

Trecho da Avenida Calógeras será interditado para obra do Reviva
REVIVA CAMPO GRANDE

Trecho da Avenida Calógeras será interditado para obras

Número de eleitores cadastrados por biometria chega a 62,80% em MS
TSE

Cadastro biométrico chega a 62,80% do eleitorado em MS

Rodovia que liga Brasil e Paraguai será concluída em 2022
CORREDOR BIOCEÂNICO

Rodovia que liga Brasil e Paraguai
será concluída em 2022

Mais Lidas