Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

NOVO LAR

Governo Federal vai enviar mais 130 refugiados venezuelanos para MS

No mês passado, 101 desembarcaram em Dourados

13 MAR 19 - 10h:20RENAN NUCCI

Em ação humanitária, o Governo Federal vai enviar mais 130 venezuelanos para Mato Grosso do Sul. Eles estão atualmente em Boa Vista, Roraima, e serão encaminhados para Dourados, onde no mês passado 101 imigrantes desembarcaram para trabalho em um frigorífico. Segundo divulgado pelo Ministério da Defesa, 100 deles serão transportados pelas Força Aérea Brasileira no dia 23 e outros 30 seguem em voos comerciais ao longo das próximas semanas.

Para o deslocamento, foi feito um acordo entre a Operação Acolhida e uma empresa alimentícia, que sinalizou oportunidades de trabalho para os beneficiários. O perfil é composto, principalmente, por homens solteiros. A viagem ocorrerá com o apoio da Acnur(Agência da Onu para Refugiados), que oferecerá bolsas de auxílio temporário aos venezuelanos realocados, e da OIM (Agência da ONU para Migrações), que fretará o avião.

Os outros 30 beneficiários seguirão em voos comerciais também viabilizados pela OIM e com bolsas de subsistência financiadas pelo Acnur.  A medida faz parte de um processo de interiorização dos refugiados. Nesta quarta-feira, um grupo de 234 pessoas será transportado de Roraim para 14 cidades: Recife e Igarassu (PE), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo, Guarulhos e Araçariguama (SP), Brasília (DF), Cuiabá (MT), João Pessoa e Conde (PB), Porto Alegre (RS), Caicó (RN), Goioerê (PR) e Feira de Santana (BA).

Com essas viagens, a Operação Acolhida passa a contabilizar mais de 5 mil venezuelanos distribuídos entre 50 cidades de 17 unidades da Federação.

OPERAÇÃO ACOLHIDA

Ao todo, 226 homens e mulheres lotados no CMO do Exército Brasileiro, divisão que também engloba Mato Grosso e Aragarças (GO), integram o 4º Contingente da Força Tarefa Logística Humanitária, intitulada Operação Acolhida, organizada pelo Ministério da Defesa.

No dia 25 de janeiro, a tropa viajou em aeronaves da Força Aérea, a partir da base Aérea de Campo Grande. Na semana anterior, sete militares do CMO já haviam sido enviados e mais 14 vão na semana que vem, totalizando 247.

A Operação Acolhida é conjunta – composta por representantes da Marinha, Exército e Força Aérea – interagências – com representantes de diversos ministérios do governo federal – e de natureza humanitária – reunindo diferentes organizações não governamentais, agências civis, secretarias estaduais e municipais, Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, entre outros órgãos.

A Força-Tarefa Logística Humanitária tem a função de cooperar com os governos federal, estadual e municipal, realizando as medidas de assistência emergencial para acolhimento dos imigrantes que se enquadram nas normas legais. Desta forma, visa recepcionar, identificar, triar, imunizar, abrigar e interiorizar os cidadãos venezuelanos.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

OAB recomenda que Assembleia siga trâmite da PEC da reforma da Previdência
MATO GROSSO DO SUL

OAB recomenda que Alems siga trâmite da reforma da Previdência

Homem morre após ser atropelado e motorista foge em cidade de MS
INTERIOR

Homem morre após ser atropelado e motorista foge

De 79 municípios de MS, 74 enfrentam epidemia de dengue
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

De 79 municípios de MS, 74 enfrentam epidemia de dengue

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 31 milhões
LOTERIA

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 31 milhões

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião