Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL

Governo federal autoriza operação das Forças Armadas em Roraima

23 AGO 19 - 18h:49ESTADÃO CONTEÚDO

O governo federal autorizou operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para que as Forças Armadas atuem no Estado de Roraima. O objetivo é que a medida seja estendida a todos os Estados da Amazônia Legal. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro já havia afirmado que a "tendência" era que o governo acionasse tropas do Exército para auxiliar no combate aos incêndios na região amazônica.

Como primeira ação, as Forças Armadas vão começar a atuar em Roraima com 2 aviões, que poderão despejar produtos para combater o fogo.

As queimadas recordes na região amazônica vêm despertando forte preocupação dos governos europeus e da comunidade científica, com ampla divulgação negativa sobre o governo brasileiro. 

França e Irlanda ameaçam bloquear o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, firmado em junho, caso o Brasil não tome providências para proteger a floresta amazônica.

Na noite de quinta, o governo publicou em edição extra do Diário Oficial da União(DOU) despacho que determina que todos os ministros adotem "medidas necessárias para o levantamento e o combate a focos de incêndio na região da Amazônia Legal para a preservação e a defesa da Floresta Amazônica".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Gastos de deputados <br> passarão a ser divulgados
APÓS COMPRAR BEBIDA

Gastos de deputados
passarão a ser divulgados

Com R$ 84 milhões para receber, Agehab dá desconto a 11 mil inadimplentes
RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

Com R$ 84 milhões para receber, Agehab dá desconto a 11 mil inadimplentes

Maníaco sexual já fez<br> seis vítimas, diz polícia
ESTUPRADOR EM SÉRIE

Maníaco sexual já fez seis vítimas, diz polícia

Inadimplentes poderão <br> renegociar dívidas com Agehab
DESCONTOS DE ATÉ 100%

Inadimplentes poderão
renegociar dívidas com Agehab

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião