Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

crise

Governo do Estado cogita
parcelar salário de servidores

Se arrecadação não melhorar em julho, próxima folha poderá ser escalonada

8 JUL 2017Por DA REDAÇÃO07h:00

O governo de Mato Grosso do Sul estuda começar a parcelar o salário dos 75 mil servidores estaduais. A medida pode ser implantada no pagamento da próxima folha, nos primeiros dias úteis de agosto. 

O pagamento de forma escalonada também deve ter um segundo efeito: o atraso do repasse de parte dos vencimentos dos servidores públicos para além do quinto dia útil do próximo mês. Atualmente, a folha salarial de Mato Grosso do Sul é de R$ 450 milhões. 

Uma combinação de fatores contribui para a formação deste cenário catastrófico. No mês de junho, a arrecadação com a taxação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) voltou a cair.

A Petrobras reduziu a compra do produto da Bolívia, e consequentemente, a arrecadação com o tributo caiu aproximadamente 26,4% no semestre. No período, R$ 340 milhões entraram no caixa do governo. Quantia que frustrou expectativas.  

O volume de repasses federais também não tem ajudado. Os recursos recebidos pelo Fundo de Participação dos Estados (FPE) neste primeiro semestre somam R$ 606 milhões, R$ 50 milhões a mais que o mesmo período do ano passado. Aumento considerado pequeno pelas autoridades fazendárias. 

*Leia reportagem na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também