Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POSSE

Governo convoca 78 aprovados em concurso da Educação

Concurso público tinha vagas para agente de atividades educacionais
10/08/2015 17:11 - Da redação


A partir desta terça-feira (11), candidatos aprovados no concurso público para agente de atividades educacionais, da Secretaria de Educação (SED), de 2013, devem se apresentar ao Governo de Mato Grosso do Sul para passarem por inspeção médica e posse. A lista com o nome dos 78 candidatos aprovados e convocados foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 28 de julho, nas páginas 4 e 5. 

Dos 78 aprovados, 15 selecionados para desempenhar a função de agente de merenda em Campo Grande devem comparecer à Fundação de Serviços de Saúde (Funsau) nesta terça-feira, às 13h, com documentos pessoais e exames médicos solicitados no edital de convocação. A Funsau está localizada na Rua Franklin Roosevelt, 68, no Jardim Aclimação, na Capital.

Aqueles selecionados que não conseguirem apresentar os exames médicos obrigatórios poderão preencher requerimento para prorrogar por mais 30 dias o prazo da posse, se for o caso.

Os outros selecionados para inspeção médica e posse terão que se apresentar entre os dias 12 e 17 de agosto, sempre na Funsau, em Campo Grande. Todas as datas com os horários estão informados nas páginas 4 e 5 do Diário Oficial do Estado, do dia 28 de julho. Clique aqui.

Segundo a publicação, os 78 aprovados vão trabalhar nas cidades de Campo Grande, Aquidauana, Bonito, Corumbá, Dourados, Aparecida do Taboado, Ladário, Itaquiraí, Maracaju, Ponta Porã, Nova Andradina, Rio Verde de Mato Grosso e Três Lagoas.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!