Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

saúde

Governo atrasa repasse de
R$ 15 milhões à prefeitura da Capital

Recursos são do Fundo Estadual da Saúde

10 JUN 17 - 06h:00DA REDAÇÃO

O governo do Estado deixou de repassar R$ 15 milhões à Prefeitura de Campo Grande há aproximadamente seis meses. As verbas são do Fundo Estadual da Saúde.

Os valores em atraso referem-se apenas à Capital, porém os outros 78 municípios de Mato Grosso do Sul também estão com recursos em atraso. 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) não informou o montante da dívida com todas as cidades, mas confirmou o atraso no repasse para Campo Grande e também Dourados.

O governo enfrenta desde o ano passado dificuldades financeiras, agravadas sobretudo pela queda da arrecadação de impostos.  

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, informou que os recursos deixaram de ser repassados, pelo menos, desde dezembro de 2016.

“O Estado não está repassando nada aos municípios. Só para a Capital, está devendo R$ 15 milhões, referentes a recursos que deveriam nos enviar e não foi feito. A Santa Casa eu estou pagando sem a parte do Estado. Até o mês passado, eu consegui mandar com o valor que cabe a eles, agora já não consegui mais”, revelou Vilela.

O problema foi confirmado pelo secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares.

*Leia reportagem, de Natália Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em um ano, número de queimadas quase dobram em Campo Grande
MEIO AMBIENTE

Em um ano, número de queimadas quase dobram, aponta comitê

Governo lança em dezembro edital de parceria público-privada com valor de R$ 3,8 bilhões
PRIVATIZAÇÃO

Edital de parceria público-privada será lançado em dezembro com valor de R$ 3,8 bilhões

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo
ATENÇÃO!

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo

Professor com quatro empregos usava atestados para dar conta das funções
FOI CONDENADO

Professor usava atestados para dar conta de 4 empregos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião