Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

70 mil

Governador quer reduzir deficit habitacional em 50% até 2018

Azambuja falou sobre meta durante entrega de residencial na Capital

10 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS11h:25

Com um déficit habitacional que chega a 70 mil famílias em todo o Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado tem como meta acabar com metade desse déficit até 2018. O plano é do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que falou sobre o assunto durante entrega de casas na Capital, na manhã de hoje (10).

Na declaração, logo depois da cerimônia de entrega das quase 700 casas do residencial Celina Jallad, no bairro Caiobá II, Azambuja afirma que vai buscar parcerias com o Governo Federal e os municípios para acabar com o déficit.

“Temos um deficit entre 60 e 70 mil, queremos diminuir em 50%, essa é a meta. Vamos buscar fortalecer parceria com o Governo Federal e municípios”, disse o governador.

Azambuja também ressaltou que um novo programa habitacional que utiliza do FGTS do trabalhar para auxiliar na aquisição da casa própria será lançado, no entanto, ele não detalhou o projeto.

Em setembro, está previsto o lançamento nacional do Minha Casa Minha Vida 3, quando municípios que poderão aderir ao programa serão anunciados, pelo Governo Federal.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também