Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Falsificou B.O.

Golpista falsifica BO e alega amputação das pernas para receber Dpvat

12 AGO 15 - 07h:13LAURA HOLSBACK

Estelionatário falsificou Boletim de Ocorrência de acidente de trânsito e tentou dar golpe para receber indenização pela seguradora Líder, por meio do seguro Dpvat. O caso foi levado à Polícia Civil ontem (11), por funcionário da concessionária de seguros, na cidade de Sonora, distante 351 quilômetros de Campo Grande.

O funcionário levou a ocorrência policial, registrada com nome de vítima Fernando César de Macedo, até a delegacia para que pudesse ser verificada a autenticidade do documento, visto que características do registro chamaram atenção.

A suposta vítima pedia por pagamento de indenização narrando que havia amputado as duas pernas em acidente.

FRAUDE DESCOBERTA

Imediatamente, ao ter acesso ao Boletim de Ocorrência, investigador de polícia notou que se tratava de documento falso. Segundo ele, eram notórias alterações feitas no nome do delegado e brasão da instituição de segurança pública.

Além disso, a numeração da ocorrência policial era muito superior a última registrada na delegacia.

Em consulta ao nome do possível beneficiário, constatou-se que o não conferia com o número de Registro Geral, descrito no BO. 

O golpista pretendia receber R$ 13,5 mil, que é o teto máximo pago pela seguradora.

O caso foi registrado como estelionato e está sob investigação.  

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em busca do sonhado sim, casais vão ao altar neste sábado na igreja Perpétuo Socorro
CASAMENTO COMUNITÁRIO

Em busca do sonhado sim, casais vão ao altar neste sábado

Inmet alerta para onda de calor e chuva em algumas regiões de MS
TEMPO

Inmet alerta para onda
de calor em MS

Corregedoria do TJ abre procedimento para apurar caso de tortura de criança adotada em MS
INTERNADO

TJ abre procedimento para apurar caso de tortura de criança adotada em MS

Julgamento de recurso de PRF que matou empresário é adiado
PEDIDO DA DEFESA

Julgamento de recurso de PRF que matou empresário é adiado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião