Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

Operação Antivírus

Gaeco apreende arma e munições na
casa do diretor de finanças do Detran

Celso Braz chegou a ser preso, mas foi liberado hoje pela manhã

30 AGO 2017Por BRUNA AQUINO10h:48

Policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriram ontem (29), mandado de busca e apreensão na residência do diretor de administração e finanças do Detran, Celso Braz, de 68 anos, no Bairro Monte Carlo, em Campo Grande. No local, agentes encontraram arma de fogo calibre .38 e várias munições.

Consta em boletim de ocorrência, que no interior da casa, policiais encontraram revólver e 14 munições, sendo quatro de calibre .38 e 10 de calibre .9 milímetros.

Diretor foi preso em flagrante, mas também havia mandado de prisão preventiva contra ele. Celso foi encaminhado até a Terceira Delegacia de Polícia da Capital, porém ,foi liberado nesta manhã. 

Operação Antivírus

O Gaeco, órgão do Ministério Público Estadual (MPE), deflagrou a Operação Antivírus com o objetivo de dar cumprimento a nove mandados de prisão preventiva, três de temporária e 29 mandados de busca e apreensão.

A investigação apura existência de organização criminosa voltada à prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro, com investigação que teve início em 2015 e tem como objeto contratos celebrados entre empresas da área de tecnologia da informação/informática e o Poder Público Estadual.

Cerca de R$ 95 mil foram apreendidos em posse de um dos investigados presos, além de milhares de documentos, computadores, notebooks, tabletes, e celulares.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também