Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DISTANCIAMENTO SOCIAL

Funsat disponibiliza  1,7 mil vagas para 32 cursos online gratuitos

Cursos são em diversas áreas e visam qualificar o trabalhador durante a quarentena
04/04/2020 07:29 - Glaucea Vaccari


Fundação Social do Trabalho (Funsat) vai disponibilizar 1.750 vagas em 32 cursos profissionalizantes gratuitos, no formato ensino a distância (EAD), para que a população interessada possa se qualificar durante o período de isolamento social, medida de prevenção ao coronavírus, em Campo Grande.

Conforme a Prefeitura da Capital, vagas foram viabilizados junto ao Ministério da Educação e os cursos oferecidos atendem as principais necessidades do mercado de trabalho, definidas após pesquisa.

Dentre os cursos que serão ofertados estão: operador de telemarketing, cuidador de idoso, agente de informações turísticas, auxiliar pedagógico, recepcionista, auxiliar pedagógico, libras e vário níveis, eletricista de automóveis, assistente administrativo, entre outros.

“Os cursos são voltados para o empreendedorismo e o arranjo de produção local, fomentando a economia da nossa cidade. Diante dessa pandemia do novo coronavírus, o ensino remoto é uma opção viável para sair da ociosidade e aproveitar o tempo em casa para estudar e adquirir qualificação para a carreira”, disse a coordenadora geral do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), Crislayne de Souza Carvalho

Inscrições serão abertas no dia 15 de abril e deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, em site que será divulgado posteriormente. Cursos terão início no dia 4 de maio, com carga horária que varia de 160 a 200 horas.

 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...