Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

METEOROLOGIA

Frio vai embora e semana será de calor
e chuvas em Mato Grosso do Sul

Previsão é de pancadas e trovoada pelo menos até quarta-feira

4 JUN 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI15h:35

O frio que atingiu as cidades do Estado a partir de quinta-feira já está despedindo-se e o calor volta nesta semana. Essa mudança de clima também deve trazer tardes chuvosas em todo Mato Grosso do Sul.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de céu parcialmente nublado com pancadas de chuvas e trovoadas isoladas até pelo menos quarta-feira.

As temperaturas mínimas em todo Estado devem ficar entre 17ºC e 20ºC. Na Capital, as mínimas variam entre 20ºC e 21ºC. As temperaturas máximas oscilam entre 33ºC e 34ºC no interior e 29ºC a 31ºC em Campo Grande.

Para amanhã e terça-feira, a previsão é de tempo nublado com possibilidade de tempestades. Só não deve chover na região nordeste de Mato Grosso do Sul.

Na quarta-feira, a chuva deve dar uma trégua, quando só há possibilidade de pancadas fortes e trovoadas isoladas na faixa sul do Estado. Nas demais regiões, a previsão deve ser de céu parcialmente nublado e névoa seca.

Conforme o Inmet, o calor e a chuva são causadas por sistema de alta pressão que se afasta em direção ao oceano.

Com esse deslocamento, forma-se área de baixa pressão que intensifica os ventos na faixa das regiões norte e noroeste. São estes ventos que então transportam calor e umidade da região amazônica e, consequentemente, causam calor e chuvas, além da formação de tempestades.

CHUVAS

As frentes frias que duram pouco e o volume atípico de chuvas neste outono acontecem por causa da ausência dos fenômenos meteorológicos El Niño e La Niña, que serviriam como reguladores, tanto para o avanço das frentes frias quanto no regime de chuvas.

“As massas de ar frio estão se formando pouco, mas mesmo quando são fracas e chegam no Estado, empurram as frentes frias com chuvas”, ressaltou Natálio Abraão Filho, que trabalha na unidade de meteorologia da Uniderp.

Outro efeito desta neutralidade climática é que desde o mês de abril já vem chovendo mais do que o previsto para o período em todo Mato Grosso do Sul.

Conforme Abrão Filho, o acumulado de precipitação já supera a média histórica do esperado mensal desde abril na maioria dos municípios.

Em Mundo Novo foi onde mais choveu até agora, registrando acumulado de precipitação de 230 mm. A média esperada para este período do ano no município era 152,4 mm.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também