Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Capital e interior

Frigoríficos da JBS têm vazamentos
de amônia e incidente deixa feridos

Situação mais grave aconteceu em unidade de Ponta Porã

30 MAI 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI19h:11

A unidade da JBS em Ponta Porã  teve vazamento de amônia na manhã de hoje. Conforme informações da assessoria do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, 27 pessoas foram intoxicadas e socorridas. Este foi o segundo vazamento só nesta terça-feira (30) em unidades distintas da empresa. Também houve problema em Campo Grande, na indústria que fica na saída para Sidrolândia.

De acordo com os Bombeiros, o vazamento no interior aconteceu por volta das 10h da manhã e foi mobilizado efetivo de sete viaturas e 11 militares.

Antes mesmo da chegada do socorro, o local já havia sido evacuado e nenhuma pessoa foi encontrada dentro da unidade, inclusive algumas já socorridas pelos próprios funcionários.

“O local ficou isolado por três horas, mas já foi liberado no mesmo dia. O Corpo de Bombeiros encaminhou 15 pessoas para o Hospital Regional”, informou o subcomandante em Ponta Porã, tenente Souza Neto.

O boletim médico divulgado pelo Hospital Regional em Ponta Porã informou que o total de 27 pacientes intoxicados pela amônia estavam estáveis e em observação. Às 16h, todos tinham passado por reavaliação médica e alguns já tinham sido liberados.

A JBS informou que apurava informações sobre o ocorrido em Ponta Porã e não divulgou posicionamento sobre o acidente até o fechamento desta matéria.

CAMPO GRANDE

O outro vazamento de amônia aconteceu também nesta manhã, só que na unidade da JBS em Campo Grande e mobilizou pelo menos quatro equipes do Corpo de Bombeiros. De acordo com informações dos militares, vazamento ocorreu em pequena escala e não houve feridos.

Ainda conforme os Bombeiros que estavam no local, funcionários faziam a manutenção de rotina na câmara denominada 11. Depois de ela ser fechada, houve pequeno vazamento de amônia, mas que foi controlado pela própria equipe técnica de segurança da empresa.

A Tenente do Corpo de Bombeiros Juliana Ribeiro informou que foi preciso deixar a câmara aberta para ventilação e confirmou que ninguém ficou ferido.

Conforme posicionamento da empresa, “nenhum colaborador foi afetado, e a unidade funciona normalmente sem nenhum risco às pessoas e à operação da planta”. Já sobre o motivo do acidente, nota diz que “as causas do ocorrido estão sendo apuradas”.

VAZAMENTOS

Esses incidentes ligados à amônia em frigoríficos da JBS já somam quatro ocorrências só neste ano. O primeiro aconteceu em fevereiro, em unidade instalada em Bataguassu. Pelo menos 20 pessoas foram intoxicadas na época.

Funcionários relataram que os alarmes de evacuação da unidade foram soados e todos os trabalhadores saíram rapidamente do local, porém, alguns inalaram o gás e chegaram a desmaiar no interior da empresa. 

Houve também outro vazamento na Capital, que deixou em torno de 100 feridos. Esse caso aconteceu em 6 de abril e a empresa foi multada em R$ 1 milhão.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também