PREVISÃO

Frente fria vinda da Argentina chega hoje ao sul de MS e traz chuva

Temperatura continua alta e há possibilidade de pancadas isoladas em Campo Grande
16/01/2020 08:23 - DAIANY ALBUQUERQUE


 

Uma frente fria que atua no nordeste da Argentina e no norte do Uruguai e do Rio Grande do Sul deve chegar na tarde desta quinta-feira (16) na região sul de Mato Grosso do Sul. O evento trará com ele muitas nuvens e pancadas de chuva com trovoadas.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Campo Grande o tempo fica claro a parcialmente nublado, com possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas isoladas à partir da tarde de hoje.

Na Capital a temperatura máxima continua alta, se mantém estável em 33º, já a mínima fica em 23ºC. Já a região pantaneira registrará o maior valor nos termômetros, chegando a 39ºC, com mínima de 24º. No sul do Estado o registro varia de 35º a 21ºC.

Na sexta-feira, segundo o Inmet, a frente fria cruza o leste do Estado e as pancadas de chuva ocorrem nesta região. As temperaturas sofrem leve declínio à medida que os ventos de sul e sudeste trazem o ar mais refrigerado do oceano Atlântico.

Em Campo Grande o céu fica parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A temperatura varia de 31º a 24ºC na Capital. No restante de Mato Grosso do Sul a máxima pode alcançar os 37ºC.

No fim de semana o canal de transporte de umidade e calor da Amazônia atua especialmente no Pantanal sul-mato-grossense. O fenômeno provocará pancadas de chuva com trovoadas, principalmente no decorrer da tarde. No sudeste e sul do Estado a possibilidade de chuva é menor.

Já na Capital o tempo fica parcialmente nublado nos dois dias e deve ocorrer pancadas de chuva e trovoadas isoladas à tarde. A temperatura tem um ligeira queda no sábado, chegando a máxima de 29ºC, porém, no domingo volta a subir e fica em 30ºC.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".