CCZ

Feira terá 60 cães e gatos <br>para adoção neste sábado

Maioria dos animais foi resgatado e passou por exames antes de serem colocados para adoção
23/01/2020 15:31 - GLAUCEA VACCARI


 

O Centro de Controle de Zoonozes de Campo Grande (CCZ) promove, neste sábado (25), mais uma feira de adoção de animais. Neste edição, são aproximadamente 60 animais disponíveis, entre cães e gatos, adultos e filhotes, das 8h às 17h.

Maioria dos animais para doação foi resgatado pelas equipes do CCZ ou por populares, que os encaminharam até o local. Todos passaram por exames para avaliar a saúde deles antes de serem colocados para adoção.

Interessados deve ser maior de 18 anos e comparecer ao CCZ, localizado na Rua Senador Filinto Muller, 1601, Vila Ipiranga, munido de documento pessoal com foto. No ato adoção, a pessoa será orientada sobre todas as responsabilidades aos adotar um animal.

Ao oficializar a adoção responsável, o adotante recebe um documento com carimbo e assinatura de um médico veterinário, que serve como comprovante da adoção e tem orientações, tanto nos cuidados com a saúde, quanto a segurança dele.

Além da feira, o CCZ tem visitação permanente para adoção, de segunda a sexta, das 17h às 19h, e sábados, domingos e feriados das 14h às 19h.

Serviços como vacinação antirrábica, recolhimento urgente de animais (cães e gatos atropelados, agressores), recolhimento de morcegos e as castrações agendadas ocorrem todos os dias da semana

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".