Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

PMA

Fazendeiro preso e multado em R$ 45,6 mil por desmatamento

Ele foi autuado por desmatamento, exploração de madeira, degradação de córrego e posse ilegal de arma

21 AGO 15 - 15h:27DA REDAÇÃO

Policiais Ambientais de Miranda (MS) em fiscalização nesta quinta-feira (20), nas propriedades rurais de Bodoquena (MS) prenderam em flagrante, um proprietário rural, de 29 anos. Na fazenda, distante 20 Km de Bodoquena, foi encontrado um desmatamento de 5 hectares sem autorização, com derrubada de árvores, predominantemente bacuris.

O infrator apresentou a Declaração Ambiental Eletrônica (AA) para limpeza de pastagem, documento este, que não autorizava o desmatamento que realizava. As árvores de bacuris eram derrubadas com utilização de máquina de esteira e trator, as quais foram retiradas da faixa marginal de um curso d’água que corta a propriedade, conhecido como “córrego Maconha”, tendo sido retirada parte da vegetação da mata ciliar, em um total de 1,2 hectares, da área de Preservação Permanente.

A PMA também encontrou outro desmatamento ilegal na propriedade com aproveitamento da madeira das árvores cortadas, o qual destruiu a área de preservação permanente nas duas margens do córrego Maconha, destruindo árvores da espécie angico, amoreira e bacuri, em alguns locais destruindo toda a vegetação de mata ciliar, perfazendo um total de 3 hectares. No local, houve a obstrução do córrego, com restos de madeira (troncos, árvores e terra) empurrados para o leito do córrego. A obstrução foi realizada facilitar os trabalhos da máquina de esteira, além da construção de uma ponte de madeira sobre o córrego.

Em outro local foram verificados palanques de madeira da espécie aroeira (madeira protegida) retirados de árvores extraídas em cima do morro, de área de preservação permanente. Eram 70 palanques medindo 3,20m x 30cm, além de 320 pranchas de angico e ipê serradas explorados ilegalmente.

Do local da exploração ilegal de madeira, até a sede da fazenda, os policiais verificaram várias árvores da espécie bacuri, que estavam secas, devido ao uso de veneno das marcas togar e runner, cujos tambores foram encontrados em um barraco. Este crime foi confirmado pelo empreiteiro, o qual informou ter feito uso do veneno nos bacuris por ordem do proprietário. Os agrotóxicos estavam armazenados em um barraco às margens do córrego Maconha e foram apreendidos. Também foi apreendida uma espingarda calibre 28 com dois cartuchos do mesmo calibre, sem numeração aparente e um motosserra sem licença de porte e uso, que estavam no barraco.Foram apreendidos ainda: a madeira ilegal, um trator e uma máquina de esteira que efetuava o desmatamento

O proprietário, residente em Bodoquena, assumiu a autoria dos crimes ambientais e a posse ilegal da arma e do motosserra e recebeu voz de prisão. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda (MS), juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante. As penas para os crimes podem chegar a nove anos de prisão. As atividades foram interditadas e o infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 45.600. O infrator foi notificado a realizar a recuperação da área degrada.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio
ELEIÇÕES 2020

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações
COMBATE AO AEDES

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo
REDE ESTADUAL DE ENSINO

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião
SEGUNDO CASO EM MENOS DE UM MÊS

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião