AROEIRA

Fazendeiro é multado em </br>R$ 6 mil por armazenamento de madeira protegida por lei

Produtor armazenava aroeira sem autorização ambiental em fazenda de Bodoquena
09/09/2015 16:21 - Glaucea Vaccari


 

Um fazendeiro, de 68 anos, foi multado em R$ 6 mil por armazenamento ilegal de madeira aroeira, espécie protegida por lei, nessa terça-feira (8), próximo ao município de Bodoquena, distante 260 km da Capital.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), a madeira estava sendo armazenada no pátio da fazenda sem autorização ambiental. O proprietário rural reside em Campo Grande e não estava no local no momento do flagrante, mas o irmão informou que não havia documentação para a madeira explorada.

Foram apreendidos 42 palanques, 15 firmes e 785 estacas de aroeira, além de 240 pranchas de madeira das espécies angico e ipê, medindo 20,2 m³. O produtor foi multado em R$ 6.060 e responderá por crime ambiental.

De acordo com o PMA, o IBAMA proíbe o corte da aroeira e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Mesmo em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".