Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

H1N1

Faltam vacinas contra a gripe em 19 unidades de saúde da Capital

Município já recebeu mais e vai distribuí-las ao longo do dia
25/03/2020 08:37 - Bruna Aquino, Ricardo Campos Jr


 

A vacina contra H1N1 está esgotada em 19 Unidades Básicas de Saúde de Campo Grande, segundo informações da Prefeitura. O município já recebeu novas doses e elas serão distribuídas ao longo do dia.

Estão com estoques zerados os postos dos bairros Moreninhas, Tiradentes, Vila Carlota, Universitário, Lar do Trabalhador, Zé Pereira, Ana Maria do Couto, Sírio Libanês, Vila Popular, Sílvia Regina, Albino Coimbra, Serradinho, Macaúbas, Dona Neta (Guanandi), Los Angeles, Parque do Sol, Nova Lima, Vila Nasser e Estrela Dalva.

A primeira fase da campanha começou ontem exclusivamente para idosos e profissionais da saúde. Como estratégia para evitar aglomeração, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) fez parcerias com 50 farmácias que receberam quantidade limitada de doses.

Os estabelecimentos distribuíram senhas para organizar o atendimento e liberar aqueles que ficaram sem vacina. Muitos madrugaram para conseguir vaga.

Até o dia 20 de março, Campo Grande recebeu 25 mil doses da imunização contra H1N1. Ontem, o Governo do Estado entregou mais 19.610 unidades que estão aos poucos sendo entregues. Junto com os produtos foram entregues Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e luvas; além de álcool em gel.

Conforme o município, a vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus, mas é importante que todos do grupo de risco tomem para facilitar o diagnóstico em caso de precisarem procurar assistência com sintomas compatíveis à doença que motiva pandemia.

Além disso, a Sesau reforça que todos os idosos e profissionais da saúde serão imunizados e lembra que a campanha segue até o fim de abril para esse público, não havendo motivo para correria. Aglomerações em frente às farmácias ou unidades de saúde expõe essas pessoas ao contágio desnecessariamente.

Para os que conseguiram senhas ou aguardam em filas para receber a vacina, a orientação é manter distância mínima de 1,5 metro para evitar transmissão do coronavírus e outras doenças.

 

Felpuda


Dez vereadores da Capital mudaram de partido na tentativa de encarar a reeleição ou, dependendo do caso, disputar a vaga de vice-prefeito. Legendas foram “engordadas”, outras entraram em estado de inanição e outras ainda simplesmente sumiram do mapa. Que ninguém ouse perguntar a quem “trocou de camisa” qual a linha programática dos partidos em que agora estão filiados. Seria para eles, digamos, questão de pouca importância. Política tem dessas coisas...