Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DIREITO DO CONSUMIDOR

Faculdade da Capital é multada pelo Procon

Foram cometidas infrações como cobranças indevidas

10 SET 19 - 16h:42ALÍRIA ARISTIDES

Após denúncias de consumidores, uma faculdade particular de Campo Grande entrou na mira do Procon do Estado. O instituto de ensino é alvo de 130 processos por diversas infrações que, somente este ano, renderam multas de aproximadamente R$ 820 mil. O valor das multas ainda pode ser ampliado, já que outros processos contra a faculdade seguem em análise.

Entre as infrações praticadas, estão a ausência de informações claras solicitadas pelos estudantes da entidade de ensino, cobrança indevida, inserção indevida de nome de alunos em órgãos de restrição ao crédito, falta de eficiência e vício de qualidade nos serviços prestados. 

Algumas das infrações são referentes à anos anteriores. Entretanto, após análises e avaliações do Departamento Jurídico do Procon Estadual, foram fixados valores pelas violações do direito dos consumidores cometidas, totalizando R$821.383,50.

Para o cálculo das multas, foram utilizadas 28.550 Unidades Fiscais Estaduais de Referência de Mato Grosso do Sul (UFERMS), que possuem valor monetário individual de R$28,77.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico
DIA DA ÁRVORE

Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico

Em período de reprodução de aves, mulher é presa por roubar periquitos
MULTA DE R$ 10 MIL

Mulher é presa por roubar periquitos em ninho

Saiba como aumentar suas chances de ganhar o prêmio da Mega-Sena
R$ 38 MILHÕES DA MEGA-SENA

Saiba como aumentar suas chances para ganhar o prêmio

Corumbá completa 241 anos <br> com show de Michel Teló
CIDADE BRANCA

Corumbá completa 241 anos
com show de Michel Teló

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião