TRIBUNAL DE CONTAS

Ex-secretário de Ari Artuzi é multado após irregularidades em licitação

O contrato tratava de obras de urbanização no distrito de Indápolis em Dourados
20/09/2017 12:18 - MARESSA MENDONÇA


O Tribunal de Contas do Estado condenou ontem o ex-secretário municipal de serviços urbanos de Dourados, Cláudio Marcelo Machado Hall, a pagar multa de R$ 22 mil “pelo prejuízo causados aos cofres públicos”  em licitação de mais de R$ 458 mil realizada em 2009.

O contrato, celebrado entre Dourados e a Multserv Prestação de Serviços Ltda, tratava da execução de obras de urbanização, construção de calçadas e meio fios no Distrito de Indápolis, no Município de Dourados e foi anulado pelos conselheiros do TCE.

Segundo o parecer do TCE, “houve descumprimento de requisito autorizador essencial à deflagração do certame”.

O ex-secretário e ordenador de despesas Cláudio Hall atuou na época em que Ari Artuzi era prefeito. Ele  foi responsabilizado e terá de pagar multa de 945 Uferms, equivalente a pouco mais de R$ 22 mil. O valor integral do contrato era de R$ 458.184,29.

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".