Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

R$ 663 mil

Ex-prefeita e ex-secretário recebem condenação por irregularidades

TCE determinou devolução aos tesouros de Dourados e Três Lagoas

19 SET 17 - 18h:53IZABELA JORNADA

Ex-secretário de serviços urbanos de Dourados, Cláudio Marcelo Machado Hall, poderá devolver aos cofres públicos o valor de R$ 458.184,29 referente ao contrato feito com empresa de pequeno porte, Multiserv Prestação de Serviços Ltda.

A empresa estava responsável pela execução de obra de urbanização, construção de calçadas e meio-fios no distrito de Indápolis, no município de Dourados, em 2009.

Além da devolução do valor integral do contrato feito entre a empresa e a Prefeitura de Dourados, o ex-secretário Cláudio Marcelo recebeu multa no valor de R$ 22.613,85.

A condenação aconteceu na tarde de hoje e foi dada pelos conselheiros da 1ª Câmara em sua 19ª Sessão, no Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS), onde os conselheiros analisaram total de 35 processos.

Durante esse julgamento, também houve condenação da ex-prefeita de Três Lagoas, Márcia Maria Souza da Costa Moura de Paula. Os conselheiros concluíram que ela terá de devolver R$ 205.604,60 à prefeitura do município.

O contrato que foi considerado irregular é com a CRISP Transporte e Turismo Ltda. A empresa se responsabilizou em locar ônibus e micro-ônibus para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que realizavam tratamento em Jales (SP) e Barretos (SP). Além do ressarcimento ao erário, a ex-prefeita terá que pagar multa de R$ 4.307,40.

O ex-prefeito de Sidrolândia, Ari Basso, foi outro indicado como culpado e recebeu multa no valor de R$ 2.919,46 pela irregularidade no contrato entre o município e a empresa Açougue e Mercearia Tamandaré LTDA. ME, tendo por objeto a compra de alimentos.

Após publicação no Diário Oficial Eletrônico do TCE-MS, os gestores dos respectivos órgãos jurisdicionados poderão entrar com pedido de recurso ou revisão, conforme os casos apontados nos processos. Só depois de tramitado os recusos é que os pedidos de devolução e as multas são efetivamente cobradas.

Não foi possível localizar o ex-secretário e a ex-prefeita para confirmar se ele recorrerão das decisões.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz
EM DEPOIMENTO

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz

Concentração química de falsificados é 600% maior que o permitido
AGROTÓXICOS FRONTEIRA

Concentração química de falsificados é 600% maior

Corregedoria investiga participação de mais policiais em furto de cocaína
101 QUILOS

Mais policiais podem ter participado de furto de droga

Criança morre após ser atingida por pilar que sustentava rede
TRAGÉDIA

Criança morre após ser atingida por pilar de concreto

Mais Lidas