Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Tempo seco

Estiagem preocupa e Estado
já registrou 160 queimadas
em 5 dias

Pelos próximos 15 dias, segundo a meteorologia, não deve chover em MS

5 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS09h:43

Quando a estiagem se prolonga e o tempo seco não dá trégua, o risco de queimadas tira o sono de autoridades e moradores. Além dos problemas para a saúde, a fumaça causada pelos incêndios destrói a vegetação e coloca em risco áreas de preservação. Em cinco dias, foram 160 focos no Estado.

Nas últimas 48 horas, Corumbá, distante 444 quilômetros da Capital, está entre as cidades brasileiras com mais focos de queimadas. São 17 focos que colocam a cidade branca na 7ª colocação do país.

No acumulado do mês, Corumbá foi a segunda cidade com maior quantidade de focos, com um total de 99 durante todo o mês de julho. Outro número preocupante é quando a análise dos focos é anual, Corumbá lidera como a cidade com mais focos, são 658 no total durante o ano passado.

Ainda de acordo com os dados do Monitoramento de Queimadas e Incêndios do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), neste mês de agosto já foram registrados 160 focos de incêndio em todo o Mato Grosso do Sul. O acumulado do ano já soma 1.517 mil focos e Corumbá é a cidade que lidera as queimadas. 

A situação preocupa porque além da baixa umidade do ar que contribui para as queimadas, não há previsão de chuva para o Estado pelos próximos 15 dias, o levantamento é do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos (Cemtec-MS).

Leia Também