Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

providência

Estado anuncia concurso e plano
para repor efetivo da PM em 12 anos

Governador promete 500 vagas para inclusão já no próximo ano

6 SET 2017Por DA REDAÇÃO05h:00

Projeto da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) prevê que o deficit de efetivo da PolíciaMilitar de Mato Grosso do Sul será corrigido em no máximo 12 anos. Ontem, data comemorativa do aniversário de 182 anos da corporação, o governador Reinaldo Azambuja garantiu abertura de concurso para a PM e Corpo de Bombeiros ainda neste ano, para inclusão a partir de 2018. A ideia é oferecer  500 vagas. 

A medida é um alento, pois além do efetivo 41,8% menor do que os 9.458 servidores previstos em lei para a Polícia Militar, a corporação sofre com salários desatualizados, falta de estrutura nas unidades, equipamentos e viaturas. Nem mesmo os investimentos feitos pela atual gestão do governo do Estado, por meio do Programa MS Mais Seguro, são capazes de amenizar os anos de negligência, escassez de concursos públicos e aposentadoria em massa. 

O governador acredita que a realização anual de processos seletivos a fim de recompor o efetivo também amenizará impactos causados pelas aposentadorias que acabam por agravar o déficit de pessoal.

 

*Reportagem completa de Renan Nucci está na edição de hoje do Jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também