Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VEJA VÍDEO

Fio despenca e mata entregador de carvão com choque de 9 mil volts

Corpo de Bombeiros e Samu tentaram reanimar vítima por 1h10

14 NOV 19 - 08h:58DAIANY ALBUQUERQUE E BRUNA AQUINO

O entregador de carvão Edilson Cabral Pereira, 49 anos, morreu depois de receber uma descarga elétrica na manhã desta quinta-feira (14), quando fazia uma entrega na rua Ana Luíza de Souza, quase esquina com a rua Francisco dos Anjos, no bairro Pioneiros, em Campo Grande.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, que atendeu a vítima junto com equipe do Samu, Edilson estacionou o caminhão em frente ao açougue onde faria a entrega de carvão. Neste momento, um cabo de alta tensão se desconectou do transformador e caiu sobre o veículo.

A vítima, porém, não percebeu o que havia acontecido e foi abrir o caminhão para pegar a carga, momento em que foi eletrocutado. Conforme a funcionária de um estabelecimento próximo, ela ouviu o transformador estourar e viu um clarão.

A cozinheira Daiane Pires, 29 anos, contou que depois do clarão ficou um tempo dentro do estabelecimento e quando saiu viu o entregador caído no chão, já inconsciente. Comerciantes e moradores acionaram os bombeiros e uma equipe da Energisa.

Depois 1h10 tentando reanimar a vítima, ele faleceu dentro da viatura do Samu. Familiares de Edilson foram ao local para acompanhar o atendimento ao entregador. O Corpo de Bombeiros estima que a vítima tenha tomada um choque de aproximadamente 9 mil volts.

Conforme o cunhado da vítima, que se identificou apenas como Orlando, a irmã do entregador e toda sua família estavam muito abalados pelo acidente. “Meu cunhado estava trabalhando e aconteceu uma fatalidade dessas”, afirmou.

Mesmo após o acidente, o cabo que caiu em cima do caminhão continuava energizado e estava caído no chão. A quadra em volta do acidente foi toda bloqueada por conta disse e uma equipe da Energisa foi ao local para tentar desligar a energia da região e evitar novos acidentes.

Nesses casos, o Corpo de Bombeiros orienta que as testemunhas não entrem em contato com a vítima. “Se caso houver um acidente como esse, as pessoas que estão de fora não devem ir até a pessoa para tentar ajudar ou reanimar. Evitar contato em situação de acidentes elétricos, só quem pode socorrer é Corpo de Bombeiros e Energisa”, orientou o tenente Peter.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Médicos expõe livros na Academia de Medicina de MS
LITERATURA

Médicos expõe livros na Academia de Medicina de MS

Mutirão recolherá materiais inservíveis em bairro da Capital
AÇÃO CIDADE LIMPA

Mutirão recolherá materiais inservíveis em bairro da Capital

Após morte de peixes, MP abre inquérito para apurar regularidade de esgoto
RIO ANHANDUÍ

Após morte de peixes, MP abre inquérito para apurar regularidade de esgoto

UFMS abre inscrições em concurso com salários de até R$ 10 mil
30 VAGAS

UFMS abre inscrições em concurso com salários de até R$ 10 mil

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião