Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Investigação

Empresário propõe ao MPE delação premiada contra Amorim

Empreiteiro teria usado notas frias para receber R$ 3 milhões do Estado

28 AGO 15 - 00h:00Da Redação

O microempresário José Airton Andrade Siqueira, há oito anos atuando no mercado da construção civil, foi ontem à tarde ao prédio da Procuradoria Geral de Justiça, sede do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, e se ofereceu a contar tudo que sabe sobre o suposto esquema envolvendo o empreiteiro João Alberto Kramer Amorim dos Santos, investigado por fraudes em licitações, superfaturamento de obras e corrupção de servidores. 

Airton, contudo, condicionou sua proposta à chamada delação premiada, recurso de natureza jurídica, que suaviza e até perdoa penas pela prática de eventuais crimes.

De acordo com o microempresário, a empreiteira de João Amorim, a Proteco Construções, usou notas fiscais de sua empresa para receber R$ 3 milhões do Estado, sem que ele fizesse uma sequer obra.

* A reportagem, de Celso Bejarano, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Programa para jovens de Campo Grande é vencedor de prêmio nacional
LEVANTA JUVENTUDE

Programa para jovens de Campo Grande é vencedor de prêmio nacional

Após erro, prefeitura vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo
REVIRAVOLTA

Após erro, prefeito vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos
CAMPO GRANDE

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã
TRANSPORTE COLETIVO

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião