Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CAMPO GRANDE

Empresa recorre de licitação e Corredor Sudoeste vai atrasar mais

Desta vez concorrência por construção de paradas foi alvo de questionamento

18 OUT 19 - 09h:49RAFAEL RIBEIRO

A instalação das estações de embarque  desmbarque de ônibus no corredor sudoeste, formado pelas ruas Guia Lopes, Brilhante e Bahia, além da Avenida Bandeirantes, vai sofrer mais um atraso.

Isso porque a Construtora Paulo Barbosa recorreu do resultado da licitação que classificou a LT Construções como a responsável pela obra, por R$ 831,3 mil, no último dia 7. A informação foi divulgadas pela Prefeitura na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do município.

A empresa que entrou com recuso tem cinco dias para apresentar os motivos da impugnação, cujos detalhes não são divulgados em Diário Oficial. Com o recurso, o processo de contratação e início de obra, consequentemente, sofre atraso. Depois disso, a Prefeitura de Campo Grande analisa a pertinência e razões do recurso e pode validá-lo ou dar seguimento ao processo de contratação da vencedora.

As estruturas a serem instaladas nas quatro vias são levemente inspiradas às existentes na Praça Ary Coelho, no Centro da Capital, mas o formato lembra mais a de corredores de ônibus existentes em outras cidades, como Curitiba, Porto Alegre e São Paulo.

O CORREDOR

Estão previstas na via sete estações de embarque e desembarque.

Segundo a Prefeitura, está programada a implantação de 2,5 quilômetros de drenagem e recapeamento de quase 4 km de via entre o Terminal Bandeirantes e a avenida Afonso Pena. A faixa reservada ao corredor de ônibus terá pavimento mais resistente, polimerizado, mesmo material que o Exército aplicará no corredor da Guia Lopes, Brilhante e Marechal Deodoro.

As estações de embarque e desembarque serão entre as ruas Nova Bandeirantes e Campinas, Manoel Cavalcante Proença e Hermenegildo Pereira, Sebastião José Machado e Bélgica, Salim Maluf e Tenente Antônio João Figueiredo, Caiapós e Argemiro Fialho, avenida Salgado Filho e Rua Brilhante, e Paissandu e 26 de Agosto.

O corredor sudoeste do transporte coletivo tem 12 quilômetros de extensão. O convênio com o Exército foi firmado em 2016 para a execução do projeto, mas a prefeitura decidiu dividir o projeto em mais dois lotes para antecipar o cronograma.

O Exército deve concluir até novembro o trecho da Guia Lopes e mais 2,75 quilômetros da Brilhante. Atualmente, está sendo construída a travessia da drenagem da Bandeirantes. A última etapa abrange 4,9 quilômetros a partir da Marechal Deodoro e o prolongamento na Avenida Gunter Huns até o Terminal Aero Rancho.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Governo propõe criar Delegacia de Combate à Corrupção na Polícia Civil
PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

Governo propõe criar Delegacia de Combate à Corrupção na Polícia Civil

Inquérito apura falta de equipamento para cirurgia no Regional
HOSPITAL REGIONAL

Inquérito apura falta de equipamento para cirurgia no Regional

Justiça aceita denúncia contra cinco por fraude em licitação de R$ 2 milhões
DOURADOS

Justiça aceita denúncia contra cinco por fraude em licitação

Comunidade ganha moradias e inadimplentes recebem prazo maior para regularizar contratos
HABITAÇÕES

Comunidade ganha moradias e inadimplentes recebem prazo maior para regularização

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião