Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIME AMBIENTAL

Empresa é multada em R$ 32 mil por transporte irregular de baterias

Mais de 32 toneladas de sucata de baterias era trasportada sem licença
13/08/2017 15:32 - GLAUCEA VACCARI


 

Empresa foi multada em R$ 32,8 mil pelo transporte de 32,8 toneladas de sucatas de baterias sem a devida licença ambiental. Produto considerado perigoso foi apreendido na quarta-feira (9) e Polícia Militar Ambiental (PMA) aplicou a multa ontem.

Sucatas eram transportadas em uma carreta que seguia para Londrina (PR), cidade de domícilio jurídico da empresa proprietária do produto.

Veículo foi apreendido pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na MS-156, entre Amambai e Tacuru, e condutor foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Naviraí.

Como não havia licença ambiental para transporte do produto, PMA foi acionada e empresa responsável pelo transporte foi multada.

Responsáveis pela empresa e o condutor da carreta também responderão por crime ambiental de transporte ilegal de produto perigoso, que tem pena prevista de um a quatro anos de reclusão.

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!