Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPERAÇÃO SUCATA PRECIOSA

Empresa de Campo Grande é alvo de mandado de operação do Gaeco

Investigação apura suspeita de fraude em contratos da prefeitura de Bandeirantes
02/06/2020 10:06 - Adriel Mattos


Uma empresa de Campo Grande é um dos 25 alvos de mandados de busca e apreensão da Operação Sucata Preciosa, deflagrada na manhã desta terça-feira (2). Agentes estão na Itapeças Comércio e Serviços, localizada no Jardim TV Morena.

Agentes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS), e da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) estão no local.

Os mandados estão sendo cumpridos na Capital, Bandeirantes, Dourados e Presidente Venceslau (SP). Segundo o MPMS, a operação investigar crimes de peculato, fraude em licitação, falsidade e corrupção na prefeitura de Bandeirantes.

A sede da prefeitura é um dos alvos da operação, além de secretarias e de um escritório de contabilidade. Essas fraudes ocorriam na celebração em contratos celebrados pelo município com empresas para a manutenção da frota municipal.

 
 

Veja vídeo da operação em Bandeirantes:

 
Operação Sucata Preciosa em Bandeirantes - Reprodução/WhatsApp
 

*(Colaboraram Bruno Henrique e Valdenir Rezende)

 

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!