Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Capital

Sem habilitação, embriagado fura
blitz, bate em muro e vai preso pela PM

Autor passou "cortando giro" da moto na frente dos policiais

13 FEV 2018Por RENAN NUCCI08h:26

A Polícia Militar prendeu na madrugada desta terça-feira, em Campo Grande, jovem de 23 anos embriagado que furou blitz da Lei Seca no cruzamento da Avenida Júlio de Castilhos com a Avenida Tamandaré. Sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o rapaz acabou preso depois de bater em muro na Vila Duque de Caxias.

De acordo com boletim de ocorrência, os policiais faziam fiscalização, quando a 01h23, o autor passou em uma Honda CG Titan "cortando giro" - que é quando o motociclista passa e torce o manete do acelerador com o câmbio desengatado. Os giros do motor sobem drasticamente, travam no corte e provocam uma pequena e muito barulhenta explosão.

Em seguida, condutor desobedeceu ordem de parada e fugiu em alta velocidade, furando semáforos e invadindo a contramão, levando risco a terceiros. PMs que também estavam de moto deram início à perseguição. 

No cruzamento da Rua da Harmonia com a Rua Leônidas de Matos, o piloto perdeu o controle da direção do veículo e bateu no muro aos fundos do Atacadão da Avenida Duque de Caxias, causando danos na grade. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros que constatou não haver fraturas ou outros ferimentos graves. O amigo que estava com ele também não se feriu e foi identificado como testemunha.

O autor confessou ter bebido vodca com energético e disse que fugiu porque, além de estar embriagado, não era habilitado e o veículo estava com a documentação atrasada. De acordo com a PM, apesar da confissão, se recusou a realizar o teste do bafômetro, motivo pelo qual foi registrado termo ressaltando que ele apresentava sinais de embriaguez como olhos vermelhos, odor etílico, vestes desalinhadas e fala alterada.

Ele foi algemado no local e levado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do centro, onde foi autuado em flagrante por conduzir veículo embriagado. A moto, por sua vez, foi apreendida e levada para o pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). 

Leia Também