Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OTIMIZAÇÃO

Em Ponta Porã, Hospital Regional recebe carretas para atender suspeitos de coronavírus

Município tem um caso confirmado do vírus em circulação
25/03/2020 17:44 - Fábio Oruê


 

Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã, recebeu duas carretas da saúde para auxiliar nos casos suspeitos do novo coronavírus. O município fronteiriço tem um caso confirmado do coronavírus e as carretas vão dar suporte ao novo fluxo de atendimentos aos pacientes.

Uma carreta será destinada para fazer a triagem de pacientes com sintomas de Covid-19, tais como: tosse, febre, dor de garganta, espirro, coriza e falta de ar. A outra carreta será para triar pacientes com outras urgências e emergências, explica o diretor-técnico da unidade, Antonio Martinussi.

Após a triagem, o paciente com sintomas da Covid-19 seguirá por uma área específica de isolamento, paramentado com máscara e devidas precauções. Dentro dessa área, há uma equipe específica com roupas e materiais de proteção individual, sala de estabilização respiratória com monitores, respiradores e uma Unidade de Terapia Intensiva com capacidade para 10 leitos.

Entre as medidas adotadas pelo HR para conter a disseminação do vírus na unidade estão a suspensão dos visitantes, além de capacitações permanentes para os profissionais e higienização constante como lavagem de mãos com água e sabão e uso de álcool gel.

Os horários de visita estão suspensos por tempo indeterminado no hospital, para evitar a circulação de número elevado de pessoas na unidade de saúde. “Por motivos de segurança, está proibida a permanência de acompanhantes gestantes, idosos e pessoas com sintomas gripais [tosse, espirro e coriza]. A presença de acompanhantes no centro cirúrgico está suspensa durante o período de pandemia do Covid-19”, afirma a diretora-administrativa, Letícia Carneiro.

O hospital também criou um comitê de crise com o intuito de atualizar a equipe multidisciplinar, conduzir estratégias e protocolos para otimizar o atendimento e conter a disseminação do vírus. O comitê é presidido pelo médico infectologista Pablo Custódio, e conta com médicos e enfermeiros que realizam orientações diariamente entre todos os setores.

 

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...