Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OTIMIZAÇÃO

Em Ponta Porã, Hospital Regional recebe carretas para atender suspeitos de coronavírus

Município tem um caso confirmado do vírus em circulação
25/03/2020 17:44 - Fábio Oruê


 

Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã, recebeu duas carretas da saúde para auxiliar nos casos suspeitos do novo coronavírus. O município fronteiriço tem um caso confirmado do coronavírus e as carretas vão dar suporte ao novo fluxo de atendimentos aos pacientes.

Uma carreta será destinada para fazer a triagem de pacientes com sintomas de Covid-19, tais como: tosse, febre, dor de garganta, espirro, coriza e falta de ar. A outra carreta será para triar pacientes com outras urgências e emergências, explica o diretor-técnico da unidade, Antonio Martinussi.

Após a triagem, o paciente com sintomas da Covid-19 seguirá por uma área específica de isolamento, paramentado com máscara e devidas precauções. Dentro dessa área, há uma equipe específica com roupas e materiais de proteção individual, sala de estabilização respiratória com monitores, respiradores e uma Unidade de Terapia Intensiva com capacidade para 10 leitos.

Entre as medidas adotadas pelo HR para conter a disseminação do vírus na unidade estão a suspensão dos visitantes, além de capacitações permanentes para os profissionais e higienização constante como lavagem de mãos com água e sabão e uso de álcool gel.

Os horários de visita estão suspensos por tempo indeterminado no hospital, para evitar a circulação de número elevado de pessoas na unidade de saúde. “Por motivos de segurança, está proibida a permanência de acompanhantes gestantes, idosos e pessoas com sintomas gripais [tosse, espirro e coriza]. A presença de acompanhantes no centro cirúrgico está suspensa durante o período de pandemia do Covid-19”, afirma a diretora-administrativa, Letícia Carneiro.

O hospital também criou um comitê de crise com o intuito de atualizar a equipe multidisciplinar, conduzir estratégias e protocolos para otimizar o atendimento e conter a disseminação do vírus. O comitê é presidido pelo médico infectologista Pablo Custódio, e conta com médicos e enfermeiros que realizam orientações diariamente entre todos os setores.

 

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...