Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

AGRONEGÓCIO

Em MS, ministro inaugura
frigorífico de carne de jacaré

Na quinta-feira, Blairo Maggi estará na Capital

20 SET 2017Por RENATA PRANDINI17h:56

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, visita hoje Mato Grosso do Sul para a inauguração do frigorífico de abate de jacarés, em Corumbá, e também para o lançamento de ações voltadas para o fortalecimento do agronegócio.

O primeiro compromisso de Maggi, segundo agenda, será em Corumbá, onde, no início da tarde, deverá inaugurar o frigorífico de carne de jacaré, o Caimasul, maior abatedouro de jacarés criados em cativeiro do Brasil.

A produção prevista é de 30 toneladas ao mês de carne. A expectativa é que, ainda no município, o ministro participe também da Feira Agropecuária do Pantanal (Feapan).

O evento marca as comemorações dos 239 anos de fundação de Corumbá, terceira cidade mais antiga do Estado, depois de Miranda e Ladário.

Já em Campo Grande, Maggi participa, ao lado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), do lançamento de um conjunto de ações para fortalecer toda a cadeia do agronegócio.

O evento, marcado para quinta-feira (21), está previsto para as 17h, no auditório Germano de Barros, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, onde será lançado oficialmente o Plano de Modernização de Desburocratização da Agricultura em Mato Grosso do Sul.

Na cerimônia, o governador Reinaldo Azambuja também assina a adesão do Estado às ações do governo federal, instituindo o Agro + MS.

"Temos de ser mais competitivos para ampliar nossa inserção no mercado internacional do agronegócio. A redução da burocracia diminui os custos das atividades do setor além de combater a ineficiência. Isso é fundamental para o fortalecimento do agronegócio sul-mato-grossense, da agricultura familiar aos grandes produtores", afirma o governador, por meio de assessoria.

PROGRAMAS

O Agro+ tem três objetivos: transparência e parcerias, melhoria do processo regulatório e normas técnicas e facilitação do comércio exterior. Entre as medidas, estão o fim da reinspeção em portos e carregamentos vindos de unidades com Serviço de Inspeção Federal (SIF); o lançamento do sistema de rótulos e produtos de origem animal; a alteração da temperatura de congelamento da carne suína (-18ºC para -12ºC); a revisão de regras de certificação fitossanitárias; e o aceite de laudos digitais também em espanhol e inglês.

No âmbito do Governo Federal são 69 medidas destinadas à desburocratização do agronegócio que vão permitir que o setor privado e o governo tenham um ganho de eficiência calculado em R$ 1 bilhão ao ano, o que representa 0,2% do faturamento anual do agronegócio (cerca de R$ 500 bilhões).  (Com informações do Governo do Estado).

INVESTIGAÇÃO

O ex-governador de Mato Grosso e atual ministro da Agricultura é investigado pela Polícia Federal por participação em esquema de corrupção no estado vizinho. Ele foi citado em delação premiada de Silval Barbosa (PMDB), também ex-chefe do Executivo de MT.

Neste mês, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão no apartamento onde mora Maggi, em Brasília.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também