Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIME AMBIENTAL

Em 2018, trinta pessoas foram autuadas por caça ilegal em MS

Somadas, as multas chegaram a pouco mais de R$ 51 mil
10/02/2019 12:18 - MARESSA MENDONÇA


 

No ano passado, 30 pessoas foram autuadas Pela Polícia Militar Ambiental por caça ilegal em Mato Grosso do Sul. Conforme a PMA, somadas, as multas chegaram a pouco mais de R$ 51 mil. O número é menor que 2017, quando foram 35 autuados.

Em nota, a PMA informou que, a população do Estado atingiu um nível de sensibilidade em relação ao crime. Isto porque denunciam com indignação os infratores. Ainda segundo a PMA, a caça ilegal não é uma atividade que causa grande preocupação em Mato Grosso do Sul porque não é tão recorrente quanto outros crimes ambientais.

Em 2017, as multas por caça ilegal chegaram a R$ 116 mil. Vale ressaltar que existe uma diferença no valor conforme o animal. Em geral a multa é de R$ 500, mas, quando se trata de espécie ameaçada de extinção o pagamento pode ser de até R$ 5 mil.

Os caçadores flagrados em grupo são multados individualmente e também respondem de maneira individual pelo crime. A pena varia de 6 meses até um ano de detenção e multa.

A Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/1998) e o Decreto Federal nº 6.514/2008, que regulamenta a parte administrativa da Lei (multas) protege tanto a fauna, como o seu subproduto. Ou seja, são as mesmas penalidades para quem abateu uma onça, ou que esteja com um pedaço de couro dela, sem autorização dos órgãos ambientais.

 

 

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...