Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FOI PRESO EM BODOQUENA

Ela foi se matar e eu segurei, diz acusado de asfixiar cabeleireira

Acusado chegou na Capital no fim desta manhã

29 JUL 19 - 12h:44RAFAEL RIBEIRO E VALDENIR REZENDE

E exatos 47 dias depois, Fabio Braga do Amaral, 39 anos, enfim foi preso pela Polícia Civil acusado de matar asfixiado Érica Aguilar Pereira, 38, na casa dela, em um condomínio do Jardim Campo Nobre, região sul de Campo Grande. Escondido em Bodoquena, onde estava trabalhando como pedreiro, ele chegou detido à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), na região oeste, no final da manhã e jurou inocência, alegando que fugiu do apartamento achando que a vítima "tinha apenas desmaiado."

"Foi um acidente. Ela ia pular a janela, se matar. E eu segurei ela. Segurei a boca dela para que não gritasse. Achei que ela tinha desmaiado", disse Amaral. "até chamei a filha dela pra me ajudar, ela me viu fazendo a respiração boca a boca", completou.

Em seu depoimento, a filha da vítima, uma adolescente de 14 anos, tem versão diferente. No dia dos fatos, em 11 de junho, acordou naquela madrugada com Amaral, conhecido como 'Biscoito' com as mãos em seu pescoço.

No rápido contato com os jornalistas, 'Biscoito' negou que tivesse qualquer relacionamento sério com Érica. E que inclusive o ocorrido no dia se deve pelo fato dela ameaçar contar à sua mulher verdadeira os encontros entre os dois. "Eu sou casado, ela queria contar à minha mulher (o caso entre os dois). Tem problemas, epilepsia", desconversou.

Mais cedo, o advogado de Amaral, Amilton Ferreira de Almeida, disse que ainda não conversou pessoalmente com o cliente, mas que a linha é de homicídio culposo (quando não há intenção).

'Biscoito' foi preso por uma equipe da polícia que estava atuando no Festival Internacional de Bonito. Os responsáveis pelo caso falarao com os jornalistas no final da tarde para passar detalhes sobre o ocorrido.

Érica Aguilar Pereira foi asfixiada no aparatamento onde morava com os filhos (Reprodução/Facebook)
 

O CASO

A cabeleireira Érica Aguilar Pereira foi morta por estrangulamento pelo namorado na manhã do dia 11 de junho, em um condomínio do Jardim Campo Nobre, região sul de Campo Grande, após perguntar a ele se havia abusado sexualmente de sua filha, de 14, contaram testemunhas. 

O acusado, conhecido como 'Biscoito', de 39, já foi preso em flagrante pelo crime em 2008, além de ter passagem anterior pela polícia por tráfico de drogas. O casal estava separado há alguns meses e decidiu reatar há poucas semanas.

A polícia ainda busca esclarecer o ocorrido. Segundo a delegada Sueili Araújo, responsável pelo trâmites iniciais do caso, a adolescente acordou com o acusado já com as mãos em seu pescoço. "Falou para ela não gritar e que sua mãe estava dormindo", disse.

No relato de vizinhos, uma briga aconteceu por volta das 23h. Às 3h, a menina começou a pedir ajuda nas casas vizinhas, alertando que a mãe estava morta. A polícia suspeita que foi quando ela conseguiu de livrar do acusado e correr de dentro de casa.

Em seu depoimento, a adolescente diz que não haviam sinais de anormalidade na rotina da família. A mãe passava por dificuldades financeiras e o acusado a ajudava, inclusive com seus filhos, a menina e seu irmão , de 4.

Durante a noite, como ficaria um tempo a mais no salão em que trabalha, no mesmo bairro, Érica ligou a 'Biscoito' pedindo para ele levar as crianças para jantar. Quando o acusado voltou, a briga começou.

Vizinhos e a própria adolescente confirmam que o acusado passou a ficar agressivo quando questionado se abusou sexualmente dela. É apurado se Érica não sabia do antecedente do namorado, com quem brigara e reatara a relação há apenas algumas semanas.

De concreto, a polícia encontrou o apartamento sem energia elétrica. A suspeita é de que o autor tenha cortado para invadir a residência pela madrugada, já que, pelo relato da jovem, 'Biscoito' saiu enfurecido dizendo que iria tomar banho após a discussão. E ela dormiu junto do irmão sem notar qualquer troca de agressão física. Só voltou a vê-lo quando estava com as mãos em seus pescoço.

'Biscoito' foi indiciado por homicídio qualificado, entre eles quando praticado contra mulher e tentativa de assassinato da adolescente.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas
REAJUSTE DOS MOTORISTAS

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas

Viajantes podem enviar cartão de Natal grátis para qualquer lugar do Brasil
CAMPO GRANDE

Viajantes podem enviar cartão de Natal grátis para qualquer lugar do Brasil

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão
INTERIOR

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30
CONFIRA O CARDÁPIO

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião