Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

Feminicídio

Durante discussão, homem
mata enteada e fere esposa a tiros

Briga seria porque autor não ajudava nas despesas da casa; ele foi preso

8 JUN 2017Por BRUNA AQUINO10h:18

Ramão Carvalho de Souza, de 56 anos, é suspeito de matar a enteada Talia Soares Rech, de 19 anos, e ferir a esposa de 47, na tarde de ontem (7), em residência onde moravam, no Bairro Benedito Rondon, em Rio Brilhante. Crime teria sido motivado por discussão, onde a enteada estava cobrando que ele ajudasse com as despesas da casa.

Segundo informações do Rio Brilhante em Tempo Real, o autor foi preso e informou à polícia que estava na residência, quando a enteada começou a reclamar que ele não ajudava em casa e que teria que colaborar mais nas despesas. Exaltado, autor pegou um revólver e atirou na enteada. Foi quando a esposa entrou na frente e também foi atingida.

Jovem de 19 anos foi atingida por três disparos na região do pescoço e a mãe foi baleada no rosto. Autor tentou fugir, mas foi preso horas depois em uma mata.

De acordo com o site, mãe e filha foram socorridas por equipe de pronto-socorro, mas a jovem não resistiu aos ferimentos e morreu na entrada do hospital. Já a mãe realizou procedimentos cirúrgicos, pois a bala estava alojada no rosto.

Corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Dourados, onde passará por procedimentos e depois liberado para velório.



Residência no bairro Benedito Rondon, onde aconteceu o crime 

Prisão
Durante buscas na residência onde o crime aconteceu, policiais encontraram duas espingardas, uma de calibre .22 e outra de calibre .28, além de várias munições. Após diligências, Ramão foi encontrado em uma mata a cerca de 30 km da região. Homem estava sem a arma utilizada no crime e informou aos policiais que havia perdido enquanto fugia.

Ele foi detido e encaminhado até a delegacia da cidade onde responderá por feminicídio, tentativa de feminicídio e posse ilegal de arma de fogo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também