Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

GREVE

Professores fazem manifestação em
frente à prefeitura por reajuste salarial

Paralisação já dura duas semanas e negociações se encerraram, diz prefeitura

5 SET 2017Por MARIANE CHIANEZI16h:50

Professores da Rede Municipal de Ensino de Dourados realizaram manifestação hoje em frente a Prefeitura Municipal, para reivindiar reajuste salarial de 7,64%. Apesar do Tribunal de Justiça (TJMS) estabelecer multa diária de R$ 50 mil, servidores seguem com paralisação, que já dua duas semanas.

A decisão de manter a grave, estabelecida desde o dia 21 de agosto, aconteceu durante assembleia na última sexta-feira (1º) na sede do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted). Entretanto, hoje pela manhã haveria uma nova reunião, mas os funcionários decidiram por reivindicação em frente a prefeitura.

Conforme o Dourados Agora, a prefeita Délia Razuk se ruuniu com equipe do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS) e sindicato buscam por reunião com os representantes para entregar ducumentação refererente à correção do piso nacional do Magistério e do grupo de efetivos admininistrativos.

Às vesperas da paralisação do dia 21, o desembargador Carlos Eduardo Contar delimitou que 66% dos trabalhadores deveriam ser mantidos em atividade pelo Sindicato. Ele entendeu que isso não ocorreu e aplicou multa, já acumulada em quase R$ 500 mil. São R$ 50 mil por dia de greve.

A Prefeitura de Dourados informou em nota que "exauriu todos os limites possíveis de negociação dado ao momento difícil no setor econômico e pede a compreensão da população. Por mais que desejasse atender as reivindicações da categoria, isso se torna impossível diante da situação".

Disse ainda que "a gestão municipal lamenta os prejuízos de uma greve que envolve 27 mil alunos e suas respectivas famílias, mas ressalta que a administração de uma máquina pública implica no cumprimento de deveres e em garantir o melhor para a sociedade como um todo".

Leia Também