Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

depoimento

Homem que matou cunhado
em briga familiar vai à polícia

Suspeito fugiu e afirmou 'não ter visto se atingiu alguém'

31 AGO 2017Por MARIANE CHIANEZI15h:43

Hugo Aparecido Sinfronio, de 41 anos, suspeito de assassinar Reinaldo de Oliveira Alves, de 35 anos, no último domingo (27) em Dourados, apresentou-se hoje à Polícia Civil e alegou legítima defesa. Crime aconteceu após confusão por conta de chave de moto. Além de Reinaldo, uma mulher foi ferida por tiro nas costas.

Homem entregou-se e em depoimento disse “não ter visto se atingiu alguém”. Delegado da 2ª DP, José Carlos Almussa, colheu depoimento do suspeito, conforme o Dourados News.

Na versão dele, confusão aconteceu durante churrasco em família no distrito de Indápolis. Na ocasião, “bate boca” entre Hugo e a esposa começou por conta de sumiço de chave da motocicleta. Outras pessoas interviram e, então, ambos teriam deixado local.

Por não ter encontrado a chave do veículo, o suspeito voltou para casa empurrando a moto e mulher seguiu em um carro. Já na residência, eles teriam voltado a discutir e com isso Reinaldo “entrou no meio” e quebrou o vidro do carro com socos, pois estava bastante alterado, relatou Hugo.

Suspeito ainda afirmou que tentou contato com a Polícia Militar por três vezes, mas não foi atendido. Depois da tentativa de contato com os militares, Hugo relatou que foi para casa e pegou o revólver, calibre .38, e atirou diversas vezes para cima, fugindo a pé.

Enquanto fugia, suspeito disse ao delegado que notou estar sendo perseguido e por isso se escondeu em uma valeta. A arma do crime foi perdida no trajeto, segundo ele.

Hugo foi ouvido e responderá em liberdade, no entanto, mandado de prisão preventiva pode ser solicitado a qualquer momento.

Leia Também