Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Inquérito concluído

Estudante inventou estupro depois de perder virgindade com homem casado

Ex-namorado chegou a ser preso por jovem denunciá-lo como suspeito

5 MAI 16 - 18h:40Glaucea Vaccari

Jovem de 25 anos que afirmou ter sido estuprada no campus da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) inventou o caso para esconder relacionamento com um homem casado. Informação foi repassada pela titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Dam), Paula dos Santos Oruê, durante coletiva de imprensa na tarde de hoje (5).

O suposto estupro foi denunciado no dia 4 de abril. Mãe da jovem procurou a Dam e relatou que a filha chegou da faculdade e foi direto para o banheiro. O fato da estudante lavar a calcinha causou estranheza na mãe e a acadêmica afirmou ter sido estuprada pelo ex-namorado. O rapaz tinha várias passagens pela polícia e foi preso em flagrante.

De acordo com o site Dourados Agora, o inquérito foi finalizado e a delegada informou que ficou comprovado que não houve estupro e que a mulher teve relações sexuais consentidas com um homem casado. A relação ocorreu em biblioteca desativada na praça do terminal de transbordo e não na universidade.

Ainda segundo a delegada, a estudante era virgem e, depois da relação, suas roupas íntimas ficaram com mancha de sangue por conta de ser sua primeira relação sexual. Flagrada pela mãe lavando a calcinha, ela inventou o estupro porque temia que a família descobrisse a perda da virgindade, além do fato de ter matado aula no dia.

"Não houve crime e temos que esclarecer à imprensa porque o caso ganhou repercussão nacional", disse a delegada.

INVESTIGAÇÃO

Depois de denúncia do caso e da suposta vítima apontar o ex-namorado como autor do crime, o homem, de 36 anos, foi preso. Em depoimento, ele disse que estava trabalhando no horário que a menina afirmou ter ocorrido o caso. Porém, alguns colegas de trabalho afirmaram não ter visto o suspeito em alguns horários.

"Ficamos com essa dúvida porque a palavra da suposta vítima era forte", disse a delegada. Além disso, o rapaz é interno do semiaberto. Ele foi solto posteriormente por falta de provas.

A polícia começou a suspeitar da versão da estudante quando equipes da perícia não encontraram vestígios de sangue que comprovasse a violência no local do crime. Versões de testemunhas também foram fundamental para esclarecer os fatos.

"Pela narrativa [de uma testemunha] pudemos perceber que não se tratava de uma vitima com crime tão grave como estupro", disse à imprensa a delegada.

Dias depois, os pais da menina procuraram a delegacia e informaram que ela confessou que a história foi inventada. Mesmo com a declaração dos pais, a jovem continuou mantendo a versão de estupro em novo depoimento à polícia, mas apontou o nome de outro homem como sendo o suspeito, porém, laudo da perícia não constatou violência sexual.

A polícia foi atrás do homem apontado pela estudante e ele confirmou que houve a relação sexual, mas que foi de forma consentida. Ele disse ainda que se arrependeu e que contou tudo para a esposa. Chamada para depor, a mulher deu a mesma versão.

A estudante foi novamente ouvida e confessou que houve consentimento. Por ter mentido, a mulher será indiciada por denunciação caluniosa. Com relação ao ex-namorado, haverá o desindiciamento, para que o nome dele não conste mais no inquérito.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Adolescente indígena morre depois de SAMU e bombeiros recusarem socorro
DOURADOS

Adolescente indígena morre depois de SAMU e bombeiros recusarem socorro

Pescador morre afogado e é encontrado um dia depois em rio
DOURADOS

Pescador morre afogado e é encontrado um dia depois

Menores são apreendidos em festa com bebida e narguilé
DOURADOS

Menores são apreendidos em festa com bebida e narguilé

Corpo encontrado enrolado em lençóis é de foragido do regime semiaberto
DOURADOS

Foragido do semiaberto
é encontrado morto

Mais Lidas