Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Dourados deve virar epicentro da Covid-19 em poucos dias

Média diária de casos na segunda maior cidade de MS é 20 nesta semana
29/05/2020 13:15 - Ricardo Campos Jr


Se a evolução da Covid-19 continuar no mesmo ritmo, Dourados vai bater Campo Grande em número de casos dentro de quatro dias. A média de novos testes positivos na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul é o dobro da registrada na Capital. Especialistas alertam para a urgência de medidas de controle.

O cálculo não tem valor estatístico e foi estimado pelo Correio do Estado com base nos boletins epidemiológicos atualizados diariamente pela Secretaria de Saúde.

Somente nesta sexta-feira (29), Dourados somou mais 16 pessoas na lista de infectados pelo novo coronavírus, enquanto Campo Grande teve mais 13.

Além disso, o município do interior teve picos com mais de 20 confirmações no domingo, segunda, terça e quinta-feira. Já na Capital, não houve acréscimo superior a 13 casos diários nesse mesmo período.

Levando todas essas informações em consideração, Campo Grande tem média de sete casos novos a cada 24 horas, enquanto Dourados tem 20.

Quando consideramos as cidades ao entorno, a macrorregião da Grande Dourados já bateu a da Capital há uma semana em números absolutos com 241 e 159 confirmações, respectivamente.

Essas informações foram disponibilizadas ao Correio do Estado pelo epidemiologista Júlio Croda, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo ele, existe um surto que começou dentro de um frigorífico douradense que é responsável por esse aumento naquela região. Essa situação tem que ser controlada urgentemente e se nada for feito, pode colocar a perder o achatamento da curva campo-grandense, que mantém a situação sob um aparente controle até agora.

“Mas não apenas isso. Se houver um surto em um frigorífico de Campo Grande, ou em um shopping ou até originado nessas outras macros ou até de pessoas de outros estados”, pontua o médico.

Em números absolutos, Campo Grande continua à frente com 278 casos. Dourados em segundo lugar com 236 casos e Guia Lopes da Laguna em terceiro com 225.

 
 

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!