Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ALERTA NO TRÂNSITO

Acidentes deixam dois motociclistas em estado grave em Campo Grande

Vítimas sofreram fraturas e foram levadas para Santa Casa
12/05/2019 12:28 - DANIELLA ARRUDA


 

Em cerca de 15 minutos, dois motociclistas sofreram lesões graves depois de se envolverem em acidentes de trânsito registrados no final da manhã deste domingo (12) em diferentes pontos de Campo Grande. As vítimas foram encaminhadas para a Santa Casa, com fraturas e suspeita de traumatismo craniano.

O primeiro acidente ocorreu no cruzamento da Rua Brilhante com a Avenida Ernesto Geisel, por volta das 10h30. De acordo com informações de testemunhas, a vítima seguia pela Rua Brilhante e teria tentado ultrapassar um Ford Ecosport que iria fazer conversão à esquerda para entrar na avenida, ocorrendo a colisão entre os dois veículos.

Com o impacto da batida, o motociclista foi lançado da moto e foi parar na calçada, batendo contra um muro. Ele sofreu fratura em uma das pernas e vários ferimentos, sendo socorrido por uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para a Santa Casa. Não foram divulgadas informações sobre a identidade e idade do motociclista

Já na Avenida Tamandaré, minutos depois, outro motociclista, um militar de 20 anos, ficou gravemente ferido após bater no para-choques de um caminhão estacionado e ir parar com a moto embaixo do baú do veículo. Ele pilotava uma CB 300. 

De acordo com informações do motorista do caminhão, Leandro França de Moraes, 43 anos, o condutor da moto vinha pela Avenida Tamandaré (no sentido universidade-centro) quando nas proximidades de um supermercado uma caminhonete saiu de uma rua lateral e entrou na avenida. “Ele foi tentar desviar, mas não conseguiu”, contou.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa, com fratura em um dos braços, inconsciente e com possível traumatismo craniano.

 

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.