SAÚDE

Dia D de vacinação contra <BR>a gripe será neste sábado

Todas as UBSs e o trailer na Ary Coelho estarão abertos na Capital
03/05/2019 18:30 - GLAUCEA VACCARI


 

O Dia D da Campanha de vacinação contra a gripe será amanhã, em todo o País. Em Campo Grande, as 68 Unidades Básicas de Saúde e o trailer instalado na Praça Ary Coelho estarão abertos, das 7h15 às 16h45, para imunizar as pessoas que fazem parte do público-alvo.

Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e menores de 6 anos; grávidas em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Profissionais das forças de segurança e salvamento também passaram a fazer parte do público-alvo da campanha neste ano. Por meio de nota, o ministério informou que o grupo inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano, sendo Influenza A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B.

Lançamento da campanha será às 8h, no trailer da Praça Ary Coelho, com a presença do prefeito Marcos Trad (PSD) e o secretário de Saúde, José Mauro de Castro Filho. 

“Abrimos todas as unidades básicas de saúde neste sábado para garantir o acesso daqueles que porventura não podem ir durante a semana e para sensibilizar a sociedade para o importância de se imunizar”, explicou o secretário José Mauro.

Para receber a dose, todos os públicos do grupo prioritário devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; os indígenas: cadastro na Sesai; e os os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas: documentos comprobatórios que informe a condição de policial civil ou militar. O controle mais rigoroso para imunizar as pessoas do grupo de risco é para atender as recomendações do Ministério da Saúde, que não irá disponibilizar doses extras.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".