Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

JUSTIÇA

Detran teria favorecido empresa em contrato de R$ 23,37 milhões

Portaria foi suspensa a pedido da empresa Disway Soluções Corporativas Eireli
01/04/2017 07:30 - LÚCIA MOREL


 

A Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu portaria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) que regulamenta a implantação de sistema eletrônico para uso na transmissão de dados das aulas e exames práticos das autoescolas. A antecipação de tutela decorreu de pedido da empresa Disway Soluções Corporativas Eireli, que se sentiu preterida e denunciou direcionamento na seleção de empresas fornecedoras dos equipamentos que serão utilizados pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs). O contrato é de R$ 23,374 milhões. 

Conforme a denúncia, a empresa vencedora foi beneficiada, pois seria a única a atender todas as especificações da portaria. Argumenta ainda que pode haver conluio entre o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores (SindCFC) e o Detran para favorecer a Kenta em contrato milionário. Isso pelo fornecimento de 729 kits para o mesmo número de veículos, com franquia de 160 aulas por mês, ao custo de R$ 3,34 cada.   

As autoescolas de todo Estado, através do sindicato, abriram seleção e já contataram a Kenta Informática SA para abastecê-las com os equipamentos previstos.   

(*) A reportagem completa está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.