Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TRÂNSITO FISCALIZADO

Detran promete intensificar blitze pela Capital no fim de ano

Fiscalização é vista como fundamental para evitar abusos no trânsito

28 NOV 18 - 17h:21RAFAEL RIBEIRO

Sob a alegação de dar mais segurança no trânsito de Campo Grande neste final de ano, o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) vai apertar a fiscalização nas ruas.

A promessa é do chefe de fiscalização da autarquia estadual, André Canuto, que apontou o aumento das abordagens aos motoristas neste final de ano como fundamentais para evitar abusos no trânsito, como veículos sem condições apropriadas de trafegar, motoristas não habilitados e bêbados.

"Este é o período em que, historicamente, aumenta o fluxo de veículos circulando", disse Canuto.

As fiscalizações já começaram, no entanto. Nesta manhã, os trabalhos do Detran aconteceram na Avenida Lúdio Coelho, na região oeste da Capital, com apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar. 

No total, 72 multas foram dadas durante duas horas e meia de operação.

Segundo o Detran, 20 carros e uma moto foram removidos para o pátio do Departamento por irregularidades. 

Os agentes também lavraram 13 autos de recolhimento de documentação do veículo e 4 de CNH´s (Carteiras Nacionais de Habilitação).

 Também foram flagrados 8 condutores dirigindo sem habilitação.  

Além disso, os agentes registraram 85 motoristas dirigindo em velocidade superior ao permitido pela via, que é de 50 quilômetros por hora

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas
REAJUSTE DOS MOTORISTAS

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas

Viajantes podem enviar cartão de Natal grátis para qualquer lugar do Brasil
CAMPO GRANDE

Viajantes podem enviar cartão de Natal grátis para qualquer lugar do Brasil

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão
INTERIOR

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30
CONFIRA O CARDÁPIO

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião