Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CONTESTADA

Detran decide suspender licitação milionária de conferência de dados

Sindicato de servidores alegou que contratação era descabida

27 ABR 17 - 17h:38TAINÁ JARA

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) suspendeu licitação de R$ 17.040.000 que a previa a terceirização do serviço de gerenciamento de dados de veículos não quitado. O aviso foi publicado na edição desta quinta-feira do Diário Oficial do Estado.

Apesar do serviço já ser realizado por uma empresa, a proximidade com o vencimento do contrato motivou a abertura de licitação. Entretanto, o valor destinado para a contratação foi contestado pelo Sindicato dos Servidores do Detran-MS (Sindetran).

Conforme a entidade, o dinheiro da terceirização poderia ser revertido em melhores condições de trabalho e atendimento ao público, além de destoar do quadro de crise econômica apresentado pelo governo do Estado.

“Este é um serviço basicamente de cruzamento de dados que poderia ser feito pelos próprios servidores, mediante um pequeno investimento em tecnologia”, assegurou o secretário-geral do Sindetran-MS, Bruno Alves.

O certame previa a contratação de empresa especializada na implantação, manutenção e o operacionalização de sistema computacional integrado ao sistema do Detran-MS. O serviço referia-se a armazenamento e recuperação de contratos de financiamento de veículos com cláusula de alienação fiduciária, arrendamento mercantil, reserva de domínio ou penhor, com serviços de conferência de contratos.

A justificativa apresentada no edital da licitação é que “devido ao grande número de processos de financiamento de veículos com cláusula de alienação fiduciária, arrendamento mercantil, reserva de domínio ou penhor” seria necessária a atividade de terceirização de conferência de contratos.

SERVIÇO DO SERVIDOR

Caberia aos funcionários do Detran-MS apenas a atividade de auditoria das conferências e assinatura digital dos documentos.

De acordo com o edital, a medida é necessária para “estabelecer e padronizar os procedimentos com vistas a atender a legislação, dar celeridade aos processos de registros de contratos, desburocratizar processos, economizar recursos e implementar políticas de transparência, confiabilidade e legalidade das informações”.

SEDE

No final do ano passado, o Governo do Estado contratou, no valor de R$ 4,4 milhões, empresa para construção do novo prédio do Detran-MS, na sede do órgão, na MS-080, em Campo Grande.

De acordo com o resultado do processo licitatório, a empresa Gimenez Enganharia LTDA foi contratada para construir o prédio. A unidade nova vai servir para abrigar o Atendimento ao Cidadão.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Inscrições para seleção de analistas terminam amanhã (23)
CENSO IBGE

Inscrições para seleção de analistas termina dia 23

Estúdio fotográfico é condenado por faltar em aniversário de crianças
JUSTIÇA

Estúdio fotográfico é condenado por faltar em festa

Projeto apresenta sistema fotovoltaico para armazenar energia no Pantanal
SBPC 2019

Projeto apresenta sistema fotovoltaico para armazenar energia no Pantanal

PDV tem adesão de 161 servidores e estimativa R$ 9 milhões em pagamentos
BALANÇO

Pedidos do PDV correspondem a R$ 9 milhões em pagamentos

Mais Lidas