Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NAVIRAÍ

Desentendimento em ônibus <br>faz PM matar papiloscopista

Corpo do policial civil foi levado para necrópsia em Dourados
13/08/2017 08:26 - NATALIA YAHN


Um papiloscopista da Polícia Civil foi morto por um policial militar em Naviraí, a 358 quilômetros de Campo Grande.

O crime aconteceu na madrugada deste domingo, em um ônibus de viagem que seguia para o municícipio no sul do Estado. Os nomes dos envolvidos ainda não foram divulgados. O policial civil foi morto após o PM ter flagrado o homem se masturbando durante o trajeto. 

“O papiloscopista tentou sentar ao lado do PM no ônibus, mas ele não deixou. Aí sentou no banco de trás. Quando o PM percebeu o que estava acontecendo deu voz de  prisão e sacou a arma. Sem saber que o homem era policial civil e também estava armado”, informou um policial civil que pediu para não ter o nome divulgado.

O PM atirou e matou o papiloscopista quando percebeu que ele estava armado. O corpo do policial civil será levado para a Unidade Regional de Perícia e Identificação (URPI) em Dourados, a 139 quilômetros de Naviraí.
 

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!